sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Vivendo 2011

"Nenhuma grande vitória é possível sem que tenha sido precedida de pequenas vitórias sobre nós mesmos. Leonov

a) Reveja os seus alvos

b) Ajustes as pendências

c) Cumpra os seus votos - Faça o que você prometeu a Deus!

d) Comece cada dia em oração e leitura bíblica

e) Peça a orientação do Espírito Santo

f) Impacte as pessoas:
- Com a sua transformação pessoal
- Com o seu evangelismo
- Com o seu ministério
- Com os seus atos de bondade

g) Fique calmo e confie em Deus

h) Reavalie os seus relacionamentos - Resolva a sua questão afetiva!

i) Reorganize o seu tempo

j) Veja além do convencional

l) Aproveite as oportunidades

m) Celebre cada vitória

n) Surpreenda Deus com a sua gratidão

Somos todos senhores do nosso destino.

Abraço!

Envelhecendo

video

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Alegrai-vos nas provações?

Tiago em sua epístola (Tiago 1.2) diz que o povo de Deus deve alegrar-se em meio as lutas e provações. O que ele está querendo dizer com isso? Deve haver alegria em meu coração simplesmente pelo meu sofrimento?

Tiago entendia muito bem que vida cristã não é ausência de lutas e dificuldades. Sei que é muito mais gostoso ouvir uma Palavra onde se anuncia o fim do sofrimento por meio de uma entrega de fé, mas essa não é toda a verdade. O cristão sofre sim e, muitas vezes, o seu sofrimento não é pouco. Assim, acontecia com o povo de Deus, a quem é endereçada essa carta. Havia uma grande perseguição contra a Igreja e havia grande sofrimento no meio do povo. Provavelmente, muitos estavam desesperados e indecisos quanto a posição que iriam tomar, se continuariam seguindo a Cristo ou voltariam atrás. Tiago escreve de maneira prática essa carta. Como alguém disse: "é uma parte da Bíblia pra se ler em pé", encorajando e fortalecendo os irmão à firmeza na decisão por Cristo.

Mas, eles deveriam então estarem felizes por sofrerem e ponto? O segredo está no mesmo verso: "o passardes", não é "o ficardes", aqui ele define o lugar e o tempo da provação. É como no Salmo 23.4: "ainda que eu ANDE..." ou como dizia o profeta: "quando passares pelo fogo" ou, "quando passares pelas águas", é uma passagem. Entre o Egito e a Terra Prometida estava o deserto. O povo de Deus tinha que passar por ali, mas ali não era o lugar deles, era apenas o caminho que tinham que passar. Todo sofrimento e provação, por mais incrível que pareça é uma passagem. Nosso lugar é o coração da graça e da misericórdia de Deus.

Mas pra que serve o sofrimento? Bem, estamos no caminho, onde há pedras e espinhos, lugares realmente difíceis de passar e cada prova serve para a nossa edificação e o nosso crescimento. Romanos 5 Paulo fala a respeito disso. A provação produz a edificação do filho de Deus. Deus nunca prometeu livrar das provas, sua promessa é de que estaria conosco em todos os momentos e nos livraria nas provas (Daniel 3). quando o sofrimento acontece três coisas tenho que ter em mente: 1) Deus está presente; 2)O que estou vivendo servirá para o meu crescimento; 3) "Todas as coisas cooperam para o bem daquele que ama a Deus".

Porque alegrar-se nas provações? Porque o meu Deus está no controle. Ele está comigo como diz em Isaias: "Com amor eterno eu te amei... Não te deixarei, nem te desampararei" e "em Cristo somos mais que vencedores". José, um dos filhos de Jacó, vendido como escravo por seus irmãos e maltratado muitas vezes, foi honrado por Deus e exaltado no seu tempo. Quando se encontrou com seus irmãos, treze anos depois de ter sido vendido como escravo, afirmou: "O mais que vocês tentaram contra mim Deus transformou em benção".

Creio nessa verdade sobre a minha e a sua vida.

Um abraço e Deus te abençoe.

Pastor Mauricio baniski

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Caminho

Estou seguindo o meu caminho. quero ser abençoado pelas pessoas que encontro a cada passo que dou, mas preciso descobrir o mais importante, que posso ser bênção na vida das pessoas que passam por mim...

Não levando às pessoas apenas questionamentos, mas também trazendo respostas.

Não sendo peso à ninguém, mas ajudando cada um levar o seu fardo.

Não sendo a pessoa que faz e que trás o problema, mas aquela que apresenta solução.

Não fazendo a guerra, mas proporcionando a paz.

Não ficando a ajuntar as mágoas, mas semeando a cada dia o perdão.

Em cada passo que eu dou encontro pessoas, marcadas pela sua caminhada, com feridas nos pés, com espinhos cravados, com o cansasso de erros no percurso e, assim como eu, com a alma sedenda por encontrar respeito, carinho, atenção, perdão e amor.

Alguém que deseja falar, entregar suas lágrimas a um coração bom.

Que nos desarmemos neste dia. Vamos tirar toda a nossa rigidez e auto-defesa, essa armadura que apenas nos pesa e machuca. Pesando, machucando e separando as pessoas de nós.

Mais que encontrar alguém que seja uma bênção em mim. Que eu seja encontrado em alguém como a bênção mais procurada.

Quero ser um oasis e não parte do deserto na vida de quem passar por mim.

Deus te abençoe e boa semana

Pastor Mauricio Baniski

domingo, 23 de janeiro de 2011

Todo de Deus

Não há lugar em mim
Que não queira sentir o teu amor
Até o mais escondido em meu ser
Toca-me Senhor

Toca-me Senhor
Quero ser todo seu
Cada pedacinho de mim
A te agradar

Toca-me Senhor
Quero tua unção a me aquecer
E sentir o seu calor
A me curar

O que sou e tenho é seu
Cada pedacinho meu
Quero bem junto a tua cruz
Me embriagar do teu amor

Pastor Mauricio Baniski

sábado, 22 de janeiro de 2011

Avivamento 2011

Derrama sobre nós
A unção que vem do teu trono
Toma-nos Senhor
Vem e cura a tua Igreja

Nos faz quebrantar
Diante de tua santidade
Nos faz te buscar
Seja feita a tua vontade

Faz arder na tua Casa
As Chamas do teu amor
O fogo de um avivamento

Pastor Mauricio Baniski

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Acostume não dar desculpas

"Noventa por cento dos fracassos vem de pessoas que tem o hábito de dar desculpas." G. Washington

O que descobrimos em pessoas que alcançam grande sucesso em sua vida é que não perdem tempo arrumando desculpas para seus fracassos e erros. Estas pessoas tem um senso muito grande de responsabilidade sobre suas ações. J. Maxwell diz que: "É mais fácil passar do fracasso para o sucesso do que das desculpas para o sucesso".

Precisamos aprender que a vida não é feitas apenas de acertos e sucessos, os erros e as derrotas fazem parte e, em vez de ficar escondendo nossas limitações e escolhas erradas atrás de desculpas e procurando culpados, devemos reconhecê-las, aprender com elas e buscar a mudança até que alcancemos o sucesso que buscamos.

Jesus não tinha culpa nenhuma, mas assumiu a responsabilidade pelos nossos erros. Ele tinha um próposito e o seguiu até o fim, em vez de ficar se explicando sobre a culpa que caiu sobre si, assumiu a responsabilidade de todos nós e triunfou sobre o maior e mais difícil projeto de toda a história da criação.

Deus te abençoe.

Pastor Mauricio Baniski

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Quais as bases de um relacionamento verdadeiro?

Hoje eu encontrei algo que havia anotado, não sei onde nem quem falava sobre isso, mas fiquei surpreso com a importância do assunto. Falava de algumas bases para um relacionamento verdadeiro. Veja ai as minhas anotações e reflita sobre elas em sua maneira de relacionar-se com as pessoas da sua vida:

Vontade de estar junto - Há a vontade de estar junto, o prazer de se encontrar, a saudade e a vontade de reencontrar. O que vê, o que fala, o que sente, tudo é importante. Uma base fundamental para um relacionamento é a vontade de ter essa pessoa ao seu lado. E esse prazer é como uma plantinha que precisa ser regada todos os dias. Você deve alimentar seu relacionamento investindo em momentos que gerem sempre a vontade de estar juntos. O prazer num relacionamento é responsabilidade das duas partes.

Respeito - Respeitando e sendo respeitado. Seja qual for o relacionamento que tem com uma pessoa ou com algumas pessoas, respeite sempre. Respeitar inclui idéias diferentes, tempo diferente, capacidades, habilidades e visão diferentes, etc...
Existe relacionamento enquanto existe o respeito.

Compartilhar experiências - Ninguém só contribui, ninguém só recebe. Todos dão e recebem. Todos podem trazer suas experiências e compartilhar e é assim o relacionamento sadio, um compartilhando com o outro suas vitórias e perdas, sonhos, caminhada, frustrações e conquistas.

Perdão - Não será uma nem duas as vezes que haverá a necessidade de perdoar. Os discípulos queriam saber de Jesus qual o limite para o perdão. Ficam impressionados com a resposta: "setenta vezes sete" - esse era uma maneira de Jesus dizer que o perdão deve acontecer sempre. A missão de Jesus se resume em perdão. O perdão libera quem te fez mal, mas o maior benefício é sempre pra quem perdoa. Uma das ultimas palavras de Jesus na cruz é o perdão... Ele nos ensinou na oração do Pai Nosso. Perdoar e ser perdoado é necessário num relacionamento porque todos erramos.

Confiança - Como pode haver relacionamento se não há confiança. Como pode haver vida junto, trabalho junto, caminhada junta se um desconfia do outro. A desconfiança faz o relacionamento que era pra ser um berço de paz tornar-se em um lugar conflituoso, ansioso, doente. Onde um adoece o outro e os dois vão morrendo. Se decidir se relacionar, seja de que maneira for, saiba que só existe felicidade quando o relacionamento está fundamentado na confiança.

Reciprocidade - Não existe um relacionamento sadio e que valha a pena quando o respeito, a confiança, o compartilhar e a vontade de estar junto acontece apenas de um lado. Ninguém pode amar pelos dois. ninguém é feliz assim...

Assim é na familia;
Assim é no casamento;
Assim é com os amigos;
Assim é no trabalho;
Assim é na Igreja;
assim é na vida.

Com carinho

Mauricio Baniski
(O título e as palavras - pontos - vontade de estar junto, respeito, reciprocidade, compartilhar experiências e confiança estavam na anotação, o restante eu acrescentei)

sábado, 15 de janeiro de 2011

Estou trabalhando para Deus

Deus é o grande agente da nossa vida. Não apenas nos fez com propósitos, como também nos propicia o caminho e nos guia em direção ao centro de toda a sua vontade em nós. Em Romanos 12, a Palavra de Deus diz que a sua vontade é boa, perfeita e agradável. Que bom saber que tenho um caminho a trilhar, que sou parte do propósito universal de Deus em manifestar a sua glória, que não sou fruto do acaso ou da sorte, mas de um plano arquitetado por Deus e que se cumprirá no tempo e na eternidade.

O que tenho aprendido de Deus é que, mesmo sendo Deus e tendo tudo em suas mãos e conforme a sua boa, perfeita e agradável vontade, Ele me convoca para ser ativo no processo de crescimento e concretização do meu ser. Sou cooperador de Deus no meu crescimento. Trabalho com Deus no aperfeiçoamento de tudo o que serei. Não estou sozinho neste caminho Ele está comigo fazendo o impossível em mim, mas o possível é responsabilidade e privilégio que concedeu a mim.

Graças a Deus porque posso trabalhar em favor do que sonho vir a ser. Graças a Deus não estou sozinho, sou cooperador de Deus, porque Ele é quem está me moldando.

Deus abençoe e boa semana.

Com meu carinho e bênção.

Mauricio Baniski

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Somos Cooperadores de Deus

É assim que o Apóstolo Paulo chama a Igreja do Senhor Jesus Cristo para a Missão. E, a missão de Deus não é apenas algo que fazemos a partir de nós, é em nós que começa. Nós somos a primeira etapa da missão de Deus. Ele quer agir em nós para que algo aconteça através de nós. Jesus nos ensinou na oração do Pai Nosso a pedirmos que o nome do Senhor seja santificado e que a sua vontade seja feita na terra e no céu. Essa santidade e essa vontade de Deus acontece em nós primeiro, na Igreja do Senhor e, a partir daí, transborba para todos os lugares.

Como cooperadores de Deus devemos admitir que o primeiro campo a ser conquistado e transformado pela missão de Deus é a nossa própria vida e, que isso não é algo que acontece como um evento único, mas vai acontecendo durante a nossa vida. Mesmo sendo usado por Deus para abençoar a outros Deus continua a trabalhar em nós, santificando e realizando em nós a sua vontade.

Resumindo... coopere com Deus no processo de santificação pessoal. Você é um campo missionário. Deus está conquistando todo o seu ser e nisto você é parceiro do Senhor Jesus.

Abraço

Mauricio Baniski

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Deuteronômio 8

"Moisés disse ao povo: —Tenham o cuidado de obedecer a todas as leis que hoje eu estou dando a vocês, para que vocês vivam e se tornem mais numerosos, e entrem e tomem posse da terra que o SENHOR Deus jurou dar aos nossos antepassados.

Lembrem como o nosso Deus guiou vocês pelo deserto esses quarenta anos. Durante essa longa caminhada, Deus os humilhou e os pôs à prova para saber se estavam resolvidos ou não a obedecer aos seus mandamentos.

Ele os deixou passar fome e depois lhes deu para comer o maná, uma comida que nem vocês nem os seus antepassados conheciam. Deus fez isso para que soubessem que o ser humano não vive só de pão, mas vive de tudo o que o SENHOR Deus diz.

Durante esses quarenta anos as roupas que vocês vestiam não ficaram gastas, e os seus pés não ficaram inchados.

Fiquem sabendo que o SENHOR, nosso Deus, os corrige como um pai corrige o filho.

Obedeçam, pois, aos seus mandamentos, vivam de acordo com os seus ensinamentos e temam o SENHOR, seu Deus.

Pois ele os está levando para uma terra boa, cheia de rios, e ribeirões, e de fontes que jorram água pelos vales e pelas montanhas.

É uma terra que produz trigo e cevada, uvas, figos e romãs, azeite e mel.

É uma terra onde nunca faltará comida ou qualquer outra coisa para vocês, uma terra onde as pedras têm ferro e as montanhas têm minas de cobre.

Vocês terão toda a comida que precisarem e louvarão o SENHOR, nosso Deus, pela boa terra que lhes deu.

—Nunca esqueçam o SENHOR, nosso Deus, e tenham o cuidado de obedecer aos seus mandamentos e às suas leis, que hoje eu estou dando a vocês.

Naquela terra vocês terão toda a comida que quiserem; construirão casas boas, onde morarão;

o seu gado e os seus rebanhos aumentarão; vocês ajuntarão mais prata e ouro e terão tudo de sobra.

Então, tomem cuidado para não ficarem orgulhosos e esquecerem o SENHOR, nosso Deus, que os tirou do Egito, onde vocês eram escravos.

Ele os levou por aquele enorme e perigoso deserto, cheio de cobras venenosas e de escorpiões, e onde não havia água. Mas no deserto Deus fez sair água da rocha bruta, para vocês beberem,

e lhes deu para comer o maná, uma comida que os seus antepassados não conheciam. Ele fez tudo isso para humilhá-los e para fazê-los passar por provas a fim de abençoá-los mais tarde.

—Portanto, não pensem que foi com a sua própria força e com o seu trabalho que vocês conseguiram todas essas riquezas.

Lembrem do SENHOR, nosso Deus, pois é ele quem lhes dá força para poderem conseguir riquezas. Vocês estão vendo que assim ele está cumprindo a aliança feita por meio de juramento com os nossos antepassados.

Mas, se vocês esquecerem o SENHOR, e adorarem e servirem outros deuses, eu aviso hoje que vocês certamente morrerão.

Se não obedecerem ao SENHOR, nosso Deus, então vocês morrerão, como vão morrer os povos que Deus vai destruir na presença de vocês."

Esse texto da Palavra de Deus é maravilhoso e fala muito ao nosso coração. Todos nós estamos a caminho das promessas de Deus em nós e através de nós e, carecemos crer na sua presença, no seu amor, no seu cuidado e segurança, na sua provisão, no seu livramento e no cumprimento do seu eterno e lindo propósito para com a nossa vida.

Com meu carinho e bênção

Pastor Mauricio Baniski

sábado, 8 de janeiro de 2011

Deus provê o caminho de seus filhos


Dois textos bíblicos com perguntas e uma constatação...

"Falaram contra Deus, dizendo: Pode, acaso, Deus preparar-nos mesa no deserto?" Salmo 78.19

"A seguir, Jesus lhes perguntou: Quando vos mandei sem bolsa, sem alforje e sem sandálias, faltou-vos, porventura, alguma coisa? Nada, disseram eles. Lucas 22.35

Precisamos perceber de uma vez por todas que fomos chamados e escolhidos por Deus. Ele nos chamou para que possuamos todas as suas promessas, sendo assim abençoados e feitos abençoadores. Foi assim com o povo Hebreu, quando Deus chamou Abrão Ele propôs um desafio e fez uma promessa. Deus disse: "Eu te escolhi e proponho pra você uma nova vida, te conduzirei para um lugar que preparei para você. Você e sua família serão muito abençoados e farei de vocês uma bênção a todas as nações. Abrão creu e caminhou em direção à vontade de Deus". Assim também aconteceu com você. Deus tem plano de uma vida nova, de um lugar de bênçãos pra você e de transformá-lo em um abençoador(a). Precisamos, no entanto, crer, obedecer e seguir a sua Palavra.

No primeiro texto bíblico há uma pergunta e essa é feita pelo povo Hebreu, quando Deus os havia tirado da escravidão do Egito e eles caminhavam pelo deserto para a terra prometida: "Pode Deus preparar uma mesa no deserto?" Será que Deus tem poder pra nos prover no caminho, enquanto caminhamos para alcançar a promessa? Nos desertos da nossa vida poderá Deus nos sustentar?

No segundo texto há uma outra pergunta e está é feita por Deus. Jesus Cristo pergunta ao seus servos se em todo o caminho do povo de Deus havia lhes faltado alguma coisa. A resposta a seguir é maravilhosa: "NADA NOS FALTOU"

É assim, que creio. É assim que Deus se apresenta no Salmo 23. Ele é o nosso Pastor
e nada nos faltará. Ele estará presente e será sempre a fonte de tudo o que necessitamos.

Creia que no caminho até alcançar as promessas de Deus em sua vida. Nos desertos e vales. Entre perigos e dificuldades, o Senhor será será o pastor que ama, cuida, guia, alimenta, sustenta, anima e conduz vitoriosamente todas as suas ovelhas.

Que Deus o abençoe, em o nome de Jesus Cristo

Com meu carinho e bênção

Pastor Mauricio Baniski

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Pra valer a pena...


Ter vivido 2011.

Eu vou prestar mais atenção nas escolhas que faço...

Muito mais que fazer o que quero, vou fazer aquilo que vale a pena ser feito.

Vou escolher com base no todo, e não apenas no que me propiciará num momento.

Não vou me prender e ser conduzido pelas circunstâncias, as minhas escolhas é que vão determinar todas as coisas.

Não vou ficar sentado esperando acontecer, vou possibilitar acontecer em minha vida o que anseio.

Meus sonhos não serão apenas viagens virtuais, serão acontecimentos concretos e reais.

Vou batalhar muito, não esperar as coisas acontecerem por acaso ou de graça. Vou pagar o preço do sonho de sonhei, da vida que escolhi pra mim.

Muito trabalho e esforço, muita fé em Deus e na sua Palavra, muita fé em mim (como um filho de Deus) e nas habitadades e talentos que recebi do Senhor.

A verdadeira sorte não é uma escoha do acaso é a construção de um caminho que um dia vem. É fruto de muito trabalho. É resultado de estar preparado quando a oportunidade chegar.

Vou ler e estudar bastante. Aumentar o meu conhecimento e melhorar as minhas habilidades.

Farei novos amigos, reencontrarei pessoas, restaurarei amizades e criarei pontes. A vida é feita de Fé, escolhas, muito trabalho e pessoas. Melhorar a rede de relacionamentos é deixar portas no caminho que podem ser abertas a qualquer tempo, em meio às necessidades de acolhida que todos nós temos. É "tipo assim", um ajuda o outro e todos são recompensados.

Esse ano vai valer a pena porque terei ATITUDE. Minha fé e esperança não será apenas consciência e imaginação, será ação e fato.

Um bom ano pra você também...

Pastor Mauricio Baniski

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O ano já começou...


Estou começando a viver a parte mais importante de todas as minhas decisões;
A de fazer acontecer tudo aquilo que propus;
Esta é também a parte mais difícil.
É aqui que sempre esbarro.
Meus sonhos são bons, minhas metas excelentes, minha vontade ótima, mas...
Fazer acontecer é que é o grande desafio.
Preciso de determinação, ousadia, disciplina, criatividade, muito trabalho e principalmente fé. Acreditar em Deus, acreditar em mim, acreditar nas pessoas.
Dessa vez não vou falhar. Vou seguir fazendo a minha parte.
Sem perder tempo querendo provar alguma coisa à alguém, vou apenas caminhar na direção onde quero chegar. Sem perder o foco, sem parar, nem voltar atrás.
No final de 2011 vou comemorar, muito mais que o lugar onde me preparei para chegar, vou brindar a minha coragem de caminhar.

Faça você o mesmo...

Boa semana

Pastor Mauricio Baniski
Fotos Pastor Mauricio Ministrando No Projeto "Laços de Amor"

domingo, 2 de janeiro de 2011

COMO ALCANÇAR O AVIVAMENTO


“Oração do profeta Habacuque sob a forma de canto. Tenho ouvido, ó SENHOR, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó SENHOR, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia.” Habacuque 3.1-2

O SIGNIFICADO BÍBLICO DO TERMO “AVIVAMENTO”:

O verbo hebraico “Hyh” (avivar), significa “reacender”; “manter vivo” ou “preservar”, mas também tem o sentido de corrigir e purificar.

AVIVAMENTO É SEMPRE MARCADO POR UMA VOLTA PROFUNDA E CONSISTENTE A DEUS:

É um mover que acontece só com a igreja de Cristo, começa na igreja e deve transcender a comunidade onde ela está.

É revitalizar onde já existe vida.

VOCÊ PODE QUERER REAVIVAR A IGREJA, A FAMILIA, O SEU CASAMENTO, MAS TUDO COMEÇA COM UMA BUSCA PESSOAL E PARTICULAR DO DERRAMAR DA VIDA DE DEUS EM VOCÊ.

Neste texto bíblico acima encontramos segredos de um avivamento.

Cada avivamento que o povo de Deus tem experimentado através da história, é resultado de um povo que se volta para Ele por meio da Palavra e da oração.

Esse relacionamento por meio da Palavra de da Oração, gera temor no coração do homem e aí temos o início de um avivamento, que é sempre uma obra da misericórdia de Deus.

PORTANTO:

1 - O Avivamento nasce de uma conversão à Palavra de Deus. “Ouvi, Senhor, a tua palavra”

Deus fala conosco através de sua Palavra.

Não pode existir avivamento genuíno e duradouro, se este não for originado pela palavra de Deus “Assim, a palavra do Senhor crescia e prevalecia poderosamente.” At.19.20

O avivamento de Judá nos dias do rei Josias, só se deu depois que o sacerdote Hilquias anunciou: “Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor”.

(SL.119.25) “A minha alma está apegada ao pó; Vivifica-me segundo a Tua Palavra.”

O avivamento nos dias de Esdras e Neemias se deu através da leitura expositiva da palavra do Senhor (Nee.8.1-12). “Todo o povo chorava ouvindo as palavras da lei.”

“Porque Esdras tinha disposto o seu coração para buscar a lei do Senhor, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos.” Esdras 7.10

Os grandes avivamentos registrados nos Atos dos Apóstolos e através da história Cristã, sempre se deu através do poder da palavra de Deus At.6.7 “Crescia a Palavra de Deus e se multiplicava o número dos discípulos”; 12.24 “Entretanto a Palavra de Deus crescia e se multiplicava” e 19.20“Assim, a palavra do Senhor crescia e prevalecia poderosamente.”).

2- O avivamento nasce de uma conversão à vida de oração: "Oração do profeta Habacuque”

Ouvimos Deus através de sua Palavra e falamos com Ele por meio da oração.

A Oração é uma reação natural a ação da sua Palavra em nós.

Deus está falando. “Se o meu povo que se chama pelo meu nome... Se humilhar, orar e me buscar e se converter de seus maus caminhos... Eu ouvirei, perdoarei, sararei. Estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos a oração...

Entender a Palavra nos leva a oração que compõe de adoração a Deus, Arrependimento, confissão de pecados e clamor a Deus para que restaure o nosso caminho.

Os grandes avivamentos descritos na Bíblia e documentados através da história cristã, começaram sempre pela Palavra de pela oração.

O maior avivamento da história se deu no Dia de Pentecostes, em cumprimento à Palavra do Senhor e após intensa campanha de oração (At.1.14 e 2.1-4).

Portanto, a Palavra de Deus e a oração são segredos para um genuíno avivamento.

3- O avivamento nasce de uma conversão a maneira que encaramos a Deus. “me sinto alarmado”

Um temor muito grande nasceu no coração de Habacuque.

O profeta Isaias (cap. 6) Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos!

O respeito, o arrependimento e a conversão são frutos do agir da Palavra de Deus em nós e da proximidade que alcançamos por meio da oração.

Descobrimos o quanto Ele é Santo, Poderoso, Perfeito e Bondoso e o quanto somos impuros, frágeis, imperfeitos e maus.

O temor ao Senhor provocado no coração das pessoas pela pregação da palavra do Senhor, é a porta de entrada para o avivamento individual e coletivo.

O temor do Senhor que veio sobre os ninivitas , levando eles ao arrependimento no pó e na cinza, se deu após eles terem ouvido a pregação do profeta Jonas (Jn.3.1-10).

Eis que, o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência (Jó.28.28). Ter um coração sábio e apartar-se do mal, são sinais claros de um avivamento pessoal.

4- O Avivamento nasce de uma conversão à misericórdia de Deus: “na ira lembra-te da misericórdia”

Quando nos voltamos para a Palavra de Deus e o buscamos por meio da oração. O reconhecemos como o nosso Deus e Salvador, encontramos o perdão de Deus e ali a GRAÇA nasce em nós.

“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma; portanto, esperarei nele. Bom é o SENHOR para os que esperam por ele, para a alma que o busca. Lm.3.21-25

Todo avivamento ocorrido através da história é obra da misericórdia divina. Em 2 Cr.30.9, o próprio rei Ezequias reconheceu isso, dizendo: “Porque, em vos convertendo ao Senhor, vossos irmãos e vossos filhos acharão misericórdia perante os que os levaram cativos e tornarão a esta terra; porque o Senhor, vosso Deus, é piedoso e misericordioso e não desviará de vós o rosto, se vos converterdes a Ele”.

O próprio avivamento em Nínive, foi uma obra da misericórdia e compaixão divina (Jn.3.10 e 4.10-11).

“Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.” Jonas 3.10

“Tornou o SENHOR: Tens compaixão da planta que te não custou trabalho, a qual não fizeste crescer, que numa noite nasceu e numa noite pereceu; e não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que há mais de cento e vinte mil pessoas, que não sabem discernir entre a mão direita e a mão esquerda, e também muitos animais?” Jonas 4.10-11

Avivamento, é o transbordar da misericórdia divina sobre nossas vidas, pois, o avivamento sempre acontece, quando o povo está na sua pior condição espiritual: “Converte-nos a ti, Senhor, e seremos convertidos; renova os nossos dias como dantes.” Lm. 5.21

CONCLUSÃO:

ALGUÉM DISSE: "Avivamentos são épocas em que os cristãos se despertam para uma vida Cristã mais profunda e espiritual, para uma oração mais fervorosa, para um desejo mais ardente de promover a Causa de Cristo e a Salvação dos pecadores".

Conseqüentemente, são épocas em que os incrédulos também são acordados, para as suas responsabilidades espirituais e os deveres da religião pessoal.

SÃO TEMPOS ABENÇOADOS. Quando o Espírito do Senhor de novo se move sobre a face das águas" (Gn 1:2) e a candura e beleza da nova criação tornam-se visíveis.

“Jesus é fonte de avivamento” Ele disse:(João 14.6) Eu sou a vida. Eu vim pra que vocês tenham vida e vida abundante (João 10.10). O apóstolo João ainda afirma: "Aquele que tem o Filho de Deus tem a vida eterna".

Pastor Mauricio Baniski
Ministração dia 02 de janeiro de 2011

sábado, 1 de janeiro de 2011

2011 - Oportunidade



Em Lucas 13.6-9, Jesus conta uma estória para ensinar o povo. Ele diz que: Por três anos, um homem vinha buscar frutos numa figueira que estava plantada no meio de uma vinha, mas não encontrava nenhum fruto. Por isso, decidiu cortar aquela figueira. Porém, o que cuidava daquela vinha pediu que não cortasse. Disse que desse mais um ano àquela árvore, que iria cuidar com os recursos necessários para que ela viesse a produzir os seus frutos. Então, o homem decidiu dar para aquele pé de figos, uma nova oportunidade.

O que aprendemos com esta estória contada por Jesus para este novo ano?

2011 é a oportunidade de correspondermos com as expectativas de Deus. Veja que havia uma expectativa no coração daquele homem que, na após ano, vinha ver se encontrava os frutos. Deus olha pra você e sabe o potencial que você tem. É natural que você frutifique porque Deus potencializou o teu ser com a capacidade de produzir. Este ano é a oportunidade de você produzir e produzir muito.

2011 é a oportunidade para correspondermos aos nossos privilégios. Aquela figueira estava plantada no meio de uma vinha. A figueira é uma árvore que se adapta a muitos tipos de solo, muitas vezes é plantada em lugares que a terra não é muito produtiva. Mas, aquela figueira estava plantada no meio de uma vinha. Os vinhedos são lugares especiais, a terra tem que ser muito bem preparada, o clima tem que ser propício, o lugar muito bem cuidado. Note que aquela figueira estava em um lugar privilegiado. Assim também é a minha e a sua vida. Nós estamos plantados na presença de Deus, na Palavra de Deus, nos sonhos e promessas do Senhor. Não existe melhor maneira de começar um ano. Estamos em um lugar privilegiado.

2011 é a oportunidade para aproveitarmos e vivermos os novos recursos de Deus. Na estória, Jesus diz que a pessoa que cuidava daquela vinha onde estava aquela figueira, pediu ao homem que não cortasse a vinha e disse que iria cuidar, com recursos novos, para que viesse a produzir os seus frutos. Deus nos convida para um ano de oportunidades, nos chama a frutificarmos, mas nos oferece novos recursos para que a nossa produção seja abençoada e próspera. À medida em que caminhamos e frutificamos neste novo ano, novos e importantes recursos Deus destinará à sua vida para que frutifique cada vez mais.

2011 é a oportunidade que não podemos negligenciar. Na estória a pessoa que cuida da vinha pede mais um ano para que a figueira venha a produzir. Isso mostra que a pessoa acreditava no potencial daquela figueira e por isso pediu mais uma oportunidade. Está no tempo que aproveitarmos o tempo que Deus tem nos dado. Este novo ano é a OPORTUNIDADE divina para você viver plenamente. Já está na hora de você produzir os seus frutos. Tem uma frase interessante escrita num relógio nos Alpes italianos: "É mais tarde do que você imagina". Não sabemos quantas oportunidades ainda teremos pela frente para que venhamos a produzir. Você não está novo demais, nem velho demais. O tempo é agora, a hora é essa. Quem acreditar e viver verá. Não negligencie a oportunidade que Deus te dá.

2011 é a oportunidade que recebemos de Deus para produzir como nunca antes produzimos. Vamos corresponder às expectativas divinas. Vamos aproveitar o fato de sermos privilegiados e estarmos plantados nas promessas e sonhos de Deus. Vamos receber e usar para a nossa frutificação todos os novos recursos que Deus irá nos oferecer. Não vamos negligenciar a oportunidade

Deus te abençoe

Pastor Mauricio Baniski