sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Hora de clamar ao Senhor


Foram muitas as angústias de Davi. Contudo, sem abrir nenhuma exceção, Davi voltou-se para o Senhor Deus como sua fonte de libertação nos momentos difíceis (Salmos 18.3,6).

.Davi declara seu amor pelo Senhor, a quem reconhece como suficiente pela própria experiência.
.Ele clama ao senhor para que o salve dos inimigos, confiando que seria ouvido por Deus.
.Ele expressa um anseio sincero pela libertação De Deus
.Ele reconhece que Deus esta no controle, apesar de todas as tragédias que experimenta.
.Ele permanece confiante mesmo em meio a obstáculos que impeçam sua libertação imediata.
.Ele glorifica a Deus quando a libertação chega ou quando seus inimigos são derrotados.
No meio das tribulações e dificuldades que surgem, podemos ter a certeza de que somos amados e de que, por fim, seremos libertos, a demora será usada para sermos edificados.

Nos como Davi,temos duas escolhas:
Fugir do Gigante ou enfrentá-lo

Deus Abençoe

Paula Renata

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A Parábola da Indecisão


Havia um grande muro separando dois grandes grupos.

De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo.

O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:

- Ei, desce do muro agora... Vem pra cá!

Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada. Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás:

- O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?

Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:

- É porque o muro é MEU.

Não se esqueça:

Não existe meio termo. O muro já tem dono. Pense nisso.

Café da manhã (autoria desconhecida)


Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim! (Após o final da história, alguns fatos bastante interessantes!)

Sou mãe de três crianças (14, 12 e 3 anos) e recentemente terminei a minha faculdade.

A última aula que assisti foi de sociologia...

O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.

O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir"...

A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações...

Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim...

Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's.

Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho...

Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo...

Não me movi um centímetro... Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram...

Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.

Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo"...

Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação...

Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado...

O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo... Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação...

Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...

A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam....

Ele disse, "Café já está bom, por favor...", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquela fria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...

Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...

Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha...

Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada...

Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis...

Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!!"

Eu me inclinei, acariciei sua mão e disse "Não fui eu quem fiz isto por você, Deus está aqui trabalhando através de mim para dar a você esperança!!"

Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho... Quando eu me sentei, meu marido sorriu para mim e me disse, "Esta é a razão pela qual Deus me deu você, querida, para que eu pudesse ter esperança!!"...

Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros hoje algo pois Deus nos tem dado muito.....

Nós não vamos muito à Igreja, porém acreditamos em Deus...

Aquele dia, me foi mostrada a Luz do Doce Amor de Deus...

Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos.

Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu...

E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?"

Eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto...

Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que como seres humanos e como partes de Deus nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...

Do meu jeito, eu consegui tocar algumas pessoas no McDonald's, meu filho e o professor, e cada alma que dividia a classe comigo na última noite que passei como estudante universitária...

Eu me graduei com uma das maiores lições que certamente aprenderei:

ACEITAÇÃO INCONDICIONAL.

Que muito amor e muita compaixão seja enviada a todos que lerem esta mensagem e aprenderem a:

AMAR AS PESSOAS E USAR AS COISAS E NÃO AMAR AS COISAS E USAR AS PESSOAS...

TORNE O MUNDO MELHOR

(CONTRIBUIÇÃO DA MARINALVA)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Filhos da Verdade


"Pois aqueles que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus" Romanos 8.14

A diferença entre os filhos da Luz e os filhos das trevas é que o filho da Luz é guiado pelo Espirito Santo. Não é uma religião, uma ideologia, uma homem, mas o próprio Deus, através do Espírito Santo quem guia os Filhos de Deus, sempre através do esclarecimento da Palavra.

Se queremos conhecer alguém que seja filho de Deus de verdade, devemos olhar para a sua obediência ao comando do Espírito. Quando isso não acontece a Palavra é distorcida e serve apenas para justificar os desmandos de uma geração caída. Um exemplo disto é Satanás usando textos bíblicos para tentar corromper o coração de Jesus (Mateus 4), Jesus, havia sido batizado, o Espírito de Deus viera sobre Ele e, agora, tinha a oportunidade de andar no Espírito. Satanás tenta dar a ele uma interpretação equivocada dos textos bíblicos, Jesus prefere obedecer a Deus, através da ação do Espírito em sua vida, que obedecer as palavras do inimigo que queria alimentar os desejos humanos. Ser um filho de Deus é obedecer a Palavra de Deus, mas sempre na interpretação divina e que glorifica e adora a Deus. Se você é um filho da verdade, se já recebeu o Espírito Santo em sua vida, leia a Palavra de Deus e pergunte ao Espírito o que Deus quer ministrar ao teu coração com esta Palavra.

A Igreja precisa que os filhos da Verdade( João 14.6) se levantem e expressem a vontade do Pai, do Filho e do Espírito Santo, observando a Palavra não interpretada a luz humana para servir de pretexto para os interesses do inimigo em sua vida, mas lida e entendida a partir do Espírito Santo, que foi enviado de Deus para trazer à luz o sentido verdadeiro da verdade divina.

Ore a cada dia pedindo ao Espírito Santo que te oriente.

Um bom restante de dia pra você.

Pastor Mauricio Baniski

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O PÃO DE CRISTO


O que se segue é um relato verídico sobre um homem chamado Vitor.

Depois de meses sem encontrar trabalho, viu-se obrigado a recorrer à
mendicância para sobreviver, coisa que o entristecia e envergonhava muito.
Numa tarde fria de inverno, encontrava-se nas imediações de um clube
social, quando viu chegar um casal.
Vítor lhe pediu algumas moedas para poder comprar algo para comer.
- Sinto muito, amigo, mas não tenho trocado - disse ele..
Sua esposa, ouvindo a conversa perguntou:
- Que queria o pobre homem?
- Dinheiro para comer. Disse que tinha fome - respondeu o marido.,
- Lorenzo, não podemos entrar e comer uma comida farta que não
necessitamos e deixar um homem faminto aqui fora!
- Hoje em dia há um mendigo em cada esquina! Aposto que quer dinheiro para
beber!
- Tenho uns trocados comigo. Vou dar-lhe alguma coisa!
Mesmo de costas para eles, Vitor ouviu tudo que disseram.
Envergonhado, quería afastar-se correndo dalí, mas neste momento ouviu a
amável voz da mulher que dizia:
- Aquí tens algumas moedas. Consiga algo de comer, ainda que a situação
esteja difícil, não perca a esperança. Em algum lugar existe um trabalho
para você. Espero que encontre.
- Obrigado, senhora. Acabo de sentir-me melhor e capaz de começar de novo.
A senhora me ajudou a recobrar o ânimo! Jamais esquecerei sua gentileza.
- Você estará comendo o Pão de Cristo! Partilhe-o - disse ela com um largo
sorriso dirigido mais a um homem que a um mendigo.
Víctor sentiu como se uma descarga elétrica lhe percorresse o corpo.
Encontrou um lugar barato para se alimentar um pouco. Gastou a metade do
que havia ganho e resolveu guardar o que sobrara para o outro dia, comeria
'O Pão de Cristo' dois dias.
Uma vez mais aquela descarga elétrica corria por seu interior. O PÃO DE
CRISTO!
- Um momento!, - pensou, não posso guardar o Pão de Cristo somente para mim.
Parecia-lhe escutar o eco de um velho hino que tinha aprendido na escola
dominical. Neste momento, passou a seu lado um velhinho.
- Quem sabe, este pobre homem tenha fome - pensou - tenho que partilhar o
Pão de Cristo.
- Ouça - exclamou Víctor- gostaría de entrar e comer uma boa comida?
O velho se voltou e encarou-o sem acreditar.
- Você fala serio, amigo? O homem não acreditava em tamanha sorte, até que
estivesse sentado em uma mesa coberta, com uma toalha e com um belo prato
de comida quente na frente.
Durante a ceia, Víctor notou que o homem envolvia um pedaço de pão em sua
sacola de papel.
- Está guardando un pouco para amanhã? Perguntou.
- Não, não. É que tem um menininho que conheço onde costumo freqüentar que
tem passado mal ultimamente e estava chorando quando o deixei. Tinha muita
fome. Vou levar-lhe este pão.
- O Pão de Cristo! Recordou novamente as palavras da mulher e teve a
estranha sensação de que havia um terceiro convidado sentado naquela mesa.
Ao longe os sinos da igreja pareciam entoar o velho hino que havia soado
antes em sua cabeça.
Os dois homens levaram o pão ao menino faminto que começou a engolí-lo com
alegria.
De repente, se deteve e chamou um cachorrinho. Um cachorrinho pequeno e
assustado.
- Tome cachorrinho. Te dou a metade - disse o menino. O Pão de Cristo
alcançará também você.
O pequeno tinha mudado de semblante. Pôs-se de pé e começou a vender o
jornal com alegria.
- Até logo!, disse Vitor ao velho. Em algum lugar haverá um emprego . Não
desespere!
- Sabe? - sua voz se tornou em um susurro - Isto que comemos é o Pão de
Cristo. Uma senhora me disse quando me deu aquelas moedas para comprá-lo.
O futuro nos presenteará com algo muito bom!
Ao se afastar, Vitor reparou o cachorrinho que lhe farejava a perna. Se
agachou para acariciá-lo e descobriu que tinha uma coleira onde estava
gravado o nome e endereço de seu dono.
Víctor caminhou um bom pedaço até a casa do dono do cachorro e bateu na
porta.
Ao sair e ver que havia sido encontrado seu cachorro, o homem ficou
contentíssimo, e logo sua expressão se tornou séria. Estava por repreender
Vitor, que certamente lhe havia roubado o cachorro, mas não o fez pois
Victor mostrava no rosto um ar e dignidade que o deteve.
Disse então:
- No jornal de ontem, oferecí uma recompensa pelo resgate. Tome!!
Victor olhou o dinheiro meio espantado e disse:
- Não posso aceitar. Somente queria fazer um bem ao cachorrinho.
- Pegue-o! Para mim, o que você fez vale muito mais que isto! Você precisa
de um emprego? Venha ao meu escritório amanhã. Faz-me muita falta uma
pessoa íntegra como você.
Ao voltar pela avenida aquele velho hino que recordava sua infância,
voltou a soar em sua alma. Chamava-se 'PARTE O PÃO DA VIDA',

'NÃO O CANSEIS DE DAR, MAS NÃO DÊS AS SOBRAS,
DAI COM O CORAÇÃO, MESMO QUE DOA'.
QUE O SENHOR NOS CONCEDA A GRAÇA DE TOMAR
NOSSA CRUZ E SEGUÍ-LO, MESMO QUE DOA!
ESPERO QUE SIRVA para sua VIDA...
QUE DEUS OS BENDIGA SEMPRE...!!!

(texto enviado por Renata Leite)

Deus está presente no nosso interior mediante o Espírito Santo


"Eu pedirei ao Pai, e Ele lhes dará outro auxiliador, O Espírito da verdade, para ficar com vocês para sempre. O mundo não pode receber esse Espírito porque não o pode ver, nem conhecer. Mas vocês o conhecem porque ele está com vocês e viverá com vocês. Não vou deixá-los abandonados, mas voltarei para ficar com vocês. daqui a pouco o mundo não me verá mais, mas vocês me verão. E, porque vivo, vocês também viverão. quando chegar aquele dia, vocês ficarão sabendo que eu estou no meu Pai e que vocês estão em mim, assim como eu estou com vocês. " João 14.16-20

Cultive neste dia a consciência de que Deus está presente em sua vida e você nunca estará sozinho. A tua oração não é só um instrumento místico lançado no universo. Sua oração é uma conversa com o Deus que habita em você, que esta presente em todas as horas, em todos os lugares e, em todas as situações da sua vida. O Espírito Santo é o amigo, o auxiliador, é Aquele que guia a nossa vida à toda a verdade, é aquele que geme em nosso favor com gemidos inexprimiveis. O Espírito Santo é o remédio que cura nossas feridas e muda a nossa história. É Deus vivendo em cada um de nós. Segui-lo é correr para águas de descanso, é estar seguro sabendo que todo sofrimento é uma passagem, que apesar de necessária em nossa existência, é apenas uma passagem e Ele está segurando nossas mãos. O Espírito santo vai nos curando no caminho, nos protegendo contra o inimigo, nos fazendo entender a Palavra de Deus e conhecer os mistérios da Pai.

Usuflua a presença de Deus em sua vida. Peça ao Espírito Santo que o ajude a tê-lo como seu grande amigo. O Espírito Santo manifesta em nós o poder de Deus. É uma dinamite capaz de derrubar todas as pedras do nosso coração e abrir passagem, a cada dia, para um novo mover de Deus, transformando a nossa vida e, fazendo de cada um de nós, um santo.

Deus te abençoe na continuidade deste dia.

Pastor Mauricio baniski

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

"A mãe, ou o pai, que leva o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia..."


1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.

2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc...

3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.

4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.

5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem.. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.

6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.

7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.

8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.

9. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.

10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconsequente.

11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.

12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'.

13. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria.. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.

14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.

15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.

16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.

17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite... Nunca.

18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).

19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.

20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.

21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.

22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. 'Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador'. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.

23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles.. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.

24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.

25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.

26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.

Texto: Içami Tiba

O Semeador e a Semente


Em Marcos 4:1-20, Jesus nos ensina a respeito de sua palavra e como esta é incorporada por nós.

A “palavra” seria o próprio Jesus ou um ensinamento que Deus está plantando em nossos corações. O nosso coração pode ser representado pelos vários terrenos explicados.

Será que nosso coração é como a terra da beira do caminho onde quando chega a palavra de Deus, o Diabo usando a mídia, a cultura nos impõe o caminho do poder, o viver de aparência, o estilo de vida consumista e assim a palavra é desprezada?

Ou nosso coração é como terreno pedregoso que não agüenta perseguição, ou uma gozação de colegas, ou um posicionamento que ofenda nossa reputação de empregado/patrão, mas testemunhe uma ética cristã.

Outro terreno possível, segundo a parábola, é o que contém espinhos que podem sufocar a mensagem de Jesus representando o engano de nossos bens e supostas riquezas. Quando olhamos para o que temos como um fim em si mesmo ou um meio, apenas, para um auto bem estar, o que temos se torna espinho para que a palavra não entre e frutifique.

Vamos prestar atenção em nosso coração. Esse coração acolhe a palavra de Deus? Esse coração se auto avalia e muda quando é confrontado com a palavra? Estamos realmente interessados em fazer a vontade de Deus? Ou nossos conceitos são tão enraizados que não sobra espaço para uma avaliação e transformação divina em nossas vidas.

ORATÓRIA - PARA PREGADORES



Pregar o evangelho é a mais elevada vocação de um homem. O ministério da palavra é o ministério por excelência. Posso afirmar sem medo de errar, que a pregação autêntica do evangelho é, e sempre será a tarefa principal da igreja aqui nesta terra. Nestes últimos dias, Deus está procurando homens e mulheres, conscientes desta elevada responsabilidade que é proclamar as boas novas de salvação.

Impossível ler sobre a trajetória da Igreja mesmo que superficialmente, sem perceber a importante posição que a pregação sempre ocupou na vida da Igreja Cristã. Não podemos ignorar nomes como : John Wesley, Charles Finney, Dwight L. Moody e tantos outros que, em circunstâncias extremamente adversas se comprometeram com esta grande comissão que é pregar o evangelho.


MANEJAR BEM A PALAVRA.

Antes de mais nada, é importante dizer que, um bom pregador é essencialmente um bom orador. Alguém que consciente ou inconscientemente, faz uso de técnicas de oratória em seus sermões.
É impressionante como alguns pregadores, conseguem tamanha eloqüência, sem nunca terem estudado oratória. Sou forçado a admitir que, esta pessoa é alguém que possui o dom da palavra.

E o que é o dom da palavra ?

Penso que todos nós possuímos um talento inato. Este dom quando descoberto, exercitado e bem aproveitado, gerará frutos abundantes.
Poetas, escrevem e encantam corações. Músicos, enchem de alegria qualquer lugar. Dançarinos arrancam aplausos das platéias, palhaços arrancam gargalhadas. Os artistas podem fazem chorar mas o bom orador, pode fazer tudo isso, com o poder da palavra.

Na carta do apóstolo Paulo a Thiago, no capítulo 1 versículo 17. encontramos a seguinte revelação divina: Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, do Pai das luzes. Falar bem é uma dádiva, um dom de Deus. Embora o versículo em questão nos diga que o dom dado pelo Pai é perfeito, devemos entender que ninguém chega a perfeição, sem a prática. No entanto, é necessário dizer que, a prática precisa ser bem orientada. O aprimoramento de um dom depende de investimentos que incluem estudos, treinamento, esforço, auto-conhecimento, objetividade.
Agora imagine uma pessoa que nasceu com o dom de pregar, aprendendo a melhor utilizá-lo. Como na parábola dos talentos. O que recebe cinco talentos negocia-os e ganha outros cinco. Por isso aconselho a todos pregadores o estudo da oratória.

A identidade

A maior vantagem do pregador esta no fator identidade. Imagine que maravilha seria se todo orador, tivesse à sua inteira disposição, um auditório de pessoas, que se identificam com a mesma coisa. No caso em questão: pessoas que possuem a mesma fé. Estas pessoas estão ali voluntariamente. Suas expectativas são muito parecidas. E estão todas ali no auditório da igreja, sedentas por uma palavra que as façam sentir que o próprio Deus está falando.
Porque ainda assim, alguns pregadores fracassam em suas mensagens? Falta de preparo ? Falta de organização? Falta de harmonia ?



PASSOS PARA SE ENSAIAR UM DISCURSO


· Primeiro passo – definir claramente seu objetivo

Pergunte : o que quero obter com meu discurso ?
Uma resposta concisa a pergunta , simplificará as coisas e ajudará a definir claramente o principal : seu objetivo

Por exemplo
Que o ouvinte concorde em concertar a cisterna do prédio...
Que o ouvinte vote em Maria para nova presidente da junta ...
Que o ouvinte colabore doando recursos para ajudar o orfanato .

· Segundo passo – por um título interessante

Pergunte : Que palavra , frase ou oração comunicará a idéia de maneira fácil de entender , ou despertará curiosidade por meu discurso ?

É melhor que seu discurso tenha um título que o identifique claramente, para concentrar suas idéias em seu objetivo , e que sirva para armar seu argumento ao redor de uma frase que te faça recordar constantemente a idéia principal .

Uma sugestão prática para pôr um título em seu discurso, é combinar três elementos :
1. Usar a idéia central
2.Conectá-la com a ação que deseja obter dos ouvintes como resultado .
3. Usar um verbo na primeira pessoa do plural .( Apoiemos , trabalhemos, vamos , lutemos , etc...)

Terceiro passo : preparar a conclusão .

Pergunte : Como terminarei meu discurso ?

O final do discurso é para pedir ao ouvinte que reflita sobre o explicado, ou que faça algo a respeito . Tem duas partes fundamentais :
1. Uma solicitação
2. Uma motivação

Por exemplo : Uma solicitação para os exemplos em questão .

· Ajude os meninos do orfanato com uma modesta contribuição .
· Apoie a eleição de Maria como nova presidente da junta .

Finalmente a motivação, é dizer, por que razão, e para que propósito se pede ?

Quarto passo : Ordene suas idéias logicamente .

Pergunte-se : Como ordenarei minhas idéias ?

Sempre umas idéias devem vir primeiro e outras depois. Por exemplo, estas são quatro das fórmulas mais utilizadas pelos oradores.

1. Do problema a solução
2. Das causas aos efeitos
3. Por contraste
4. Por combinação de vários estilos de ordenamento .

Por exemplo : Vejamos o tema do orfanato .

Fórmula 1 – ( do problema à solução )

Problema : Por negligência, os meninos estão doentes e perdendo anos de estudo .

Solução :O ideal seria prover e administrar uma doação que os beneficie a curto e longo prazo .

Formula 2 – (causas e efeitos)

Causas – Uma administração deficiente tem causado desperdício de recursos do governo .

Efeitos – Edifício descuidado , pessoal inadequado , meninos doentes, perdendo aulas .

Fórmula 3 – (desvantagem)

Desvantagem – Mentes que poderiam ser úteis à sociedade , são desperdiçadas por causa da negligência .

Fórmula 4 – ( combinação de estilos )

(problema) Meninos abandonados (causa), por negligência (desvantagem), se transformam em recursos humanos desperdiçados .

Quinto passo - ( preparando uma introdução / opcional )

A ordem de idéias que você definiu no quarto passo, é exatamente a mesma que te servirá para apresentar uma prévia do assunto que irá discursar. Esta introdução é opcional e dependerá das circunstâncias , assim como do tempo que dispõe.



Oratória


Oratória é o termo que designa a arte de falar em público. Constitui uma das variantes do discurso argumentativo. (Enciclopédia Universal Multimídia)

Foi em Siracusa que nasceu a arte da oratória. Na antiguidade, Siracusa foi a maior e mais importante cidade da Sicília. Entre as ruínas arquitetônicas, contam-se um teatro grego, um anfiteatro romano, o altar-mor de Híeron II e a cidadela do século IV a.C

O primeiro manual sobre a retórica surgiu nesta cidade no século V antes de Cristo. Este manual foi escrito pelos siracusanos Córax e seu discípulo Tísias. Corax escreveu a obra para orientar os advogados que se propunham a defender causas de pessoas que desejavam reaver seus bens e suas propriedades tomados pelos tiranos.

Existe uma anedota sobre o aprendizado de Tísias. A história conta que Tísias se recusou a pagar as aulas ministradas pelo seu mestre Corax alegando que, se fora bem instruído pelo mestre, estava apto a convencê-lo de não cobrar. Se este não ficasse convencido, era porque o discípulo ainda não estava devidamente preparado, fato que o desobrigava de qualquer pagamento.

A civilização Grega tinha em alta consideração os homens que dominavam a arte da oratória. Aristóteles discípulo de Platão, escreveu as bases da oratória em seu famoso tratado intitulado: A ARTE DA RETÓRICA , Aristóteles não fazia discursos, apenas escreveu sobre o assunto.

DEMÓSTENES, este sim, ficou famoso tornando-se o mais eloqüente orador da Grécia. Superou suas dificuldades naturais, pois era gago.

Conta-se que Demóstenes corria contra o vento recitando versos e colocava pedras na boca para aperfeiçoar sua dicção.



domingo, 23 de agosto de 2009

Casados para Sempre


Deus nos dá presentes incríveis. Este ministério é um cuidar de Deus de cada casal. Um restaurar de cada familia. Louvo a Deus Deus pela vida do Presbítero Claudemar e da Carminha e, dos amados, Irã e Ione, por fazerem do casamento um assunto sério no meio da Igreja. Agradeço pela vida do Ricardo e Edy Junior pela adoração, aos casais Dalila e Presbítero Edemir; Presbítero Nei e Margareth; Claudio e Geane; Diácono Maurilio e Renata e o Presbítero (disponibilidade)Marinaldo e Marinalva e, todos que participaram desta linda noite de celebração do casamento. Idéia de Deus que faz a vida dar certo.

"...Corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta" Hb 11



Amor

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.




Casamento

Aprendi que....
A beleza do Casamento consiste em viver os desafios de cada dia.
A sua "Felicidade" só depende de você,
ninguém deve carregar este fardo por nós.
As Palavras devem ser medidas, pois deixam marcas.
Atenção e carinho traz segurança e confiança.
Dar presentes, fazer boas surpresas e reservar algum tempo
aproveitar bons momentos, renova o amor do casal.

Aprendi que...
Conversar é a melhor solução para os problemas,
guardar magoa pode causar danos irreversíveis.
Controlar as finanças e planejar o futuro é necessário.
A relação sexual deve ser discutida, respeitada,
realizada com amor e carinho.
A compreensão torna a vida mais tranqüila.
A lealdade e fidelidade são necessárias.

Aprendi que...
O Amor verdadeiro que une as pessoas, vêm de Deus.
E a felicidade de um casal só esta completa com Deus na sua vida.

Autor Desconhecido
href="http://3.bp.blogspot.com/_smXHX90h3T4/SpFQy9eMUnI/AAAAAAAAAu4/ZPHCjvVKBTQ/s1600-h/DSC02877.JPG">




Falai de Deus


Falai de Deus com a clareza;
Da verdade e da certeza;
Com um poder;
De corpo e alma que não possa;
Ninguém, à passagem vossa;
Não o entender.
Falai de Deus brandamente;
Que o mundo se pôs dolente;
Tão sem leis.
Falai de Deus com doçura;
Que é difícil ser criatura:
Bem o sabeis .
Falai de Deus de tal modo;
Que por Ele o mundo todo;
Tenha amor.
À vida e à morte, e, de vê-lo,
O escolha como modelo;
Superior.
Com voz, pensamentos e atos;
Representai tão exatos;
Os reinos seus;
Que todos vão livremente;
Para esse encontro excelente.
Falai de Deus.

Cecília Meireles

sábado, 22 de agosto de 2009

Jesus em cada livro da Bíblia:


Gênesis 3.15 – Ele é a Semente da mulher
Êxodo 12.3 – Ele é o Cordeiro Pascal
Levítico 8.7 – Ele é o Sumo Sacerdote
Números 21.8 – Ele é o antídoto – a nossa cura
Deuteronômio 18.15 – O maior profeta
Josué 5.14 – Capitão do Senhor dos Exércitos
Juizes 2.1 – Mensageiro de Deus
Rute 2.1 – Remidor dos pobres e das viúvas
I Samuel 2.1 – Grande Juiz
II Samuel 7.13 – Semente de Davi
I Reis 8.15 – Senhor Deus de Israel
II Reis 19.15 – Senhor dos querubins
I crônicas 16.35 – Deus da nossa salvação
II Crônicas 20.6 – Deus de nossos pais
Esdras 1.2 – Senhor do céu e da terra
Neemias 1.5 – Senhor que guarda as alianças
Livro de Esther – O Deus da providência
Jó 19.25 – O Deus que vive e que se levantará sobre a terra
Salmos 23 – O bom pastor
Provérbios 8 – A sabedoria de Deus
Eclesiastes 12 – O criador que fez a minha juventude feliz
Cantares 5.10 – O escolhido dos milhares
Isaias 53 – Homem de dores
Jeremias 23.6 – Senhor justiça nossa
Lamentações 3.22 – O Senhor fiel e compassivo
Livro de Ezequiel – O Senhor de seu povo
Daniel 2.34 – A rocha que despedaça os reinos mundanos
Oseias 13.9 – Rei da ressurreição
Joel 2.28 – O batizador do Espírito Santo
Amós 4.13 – O Deus dos exércitos
Obadias 8 e 15 – Destruidor dos orgulhosos
Jonas 4.9 – O Deus da segunda chance
Malaquias 5.2 – O menino de Belém
Naum 1.15 – O que trás boas noticias
Habacuque 2.14 – O eterno, puro e glorioso ungido de Deus
Sofonias 3.15 – O Rei de Israel
Ageu 2.7 – O desejável das nações
Zacarias 14.9 – O rei de toda a terra
Mateus 2.2 – O rei dos judeus
Marcos 9.35 – O servo fiel
Lucas 2.40 – O homem ideal e perfeito
João 1.1-15; 3.16 – O Unigênito do Pai
Atos 1.9 – O Senhor que ascendeu ao céu
Romanos 10.4 – O Senhor justiça nossa
I corínthios 15 – O que nos revistirá de imortalidade
II Corinthios 1.3 – O Deus de todo o conforto
Gálatas 4.4,5 – Aquele que nos libera da lei
Efésios 1.22 – O cabeça da Igreja
Filipenses 4.19 – O provedor das nossas necessidades
Colossenses 1.19 – A plenitude da divindade
I Tessalonissenses 4.13-18 – Aquele que virá sobre as nuvens
II tessalonissenses 2.8 – O Messias que encerrará a história
I Timóteo 2.15 – O Salvador dos pecadores
II Timóteo 4.8 – O justo juiz
Tito 1.3 – O nosso grande Deus e Salvador
Filemon – O resgate de dívidas impagáveis
Hebreus 1.2 – O herdeiro de todas as coisas
Tiago 4.6-8 – O Deus sempre presente
I Pedro 1.19 – O Cordeiro incontaminado
II Pedro 1.17 – O Filho Amado
I João 1.1 – A Palavra da Vida
II João 1.3 – O Filho do Pai eterno
III João 1.4,8 – A verdade
Judas 1-25 – O único Deus sábio
Apocalipse 1.8 – O Alfa e o Ômega, princípio de fim de todas as coisas

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

As pequenas rachaduras merecem grandes cuidados


"Apanhai as raposas, as raposinhas, que devastam os vinhedos, porque as nossas vinhas estão em flor." Cantico dos canticos 2.15

As raposinhas eram pequenos animais, aparentemente inofensivos, mas que devastavam toda a plantação de uvas. Circulavam pela plantação e muitas vezes eram despercebidas pelos donos da vinha. Só eram lembradas depois que toda a colheita fora condenada. assim também é na nossa vida. Existem algumas raposinhas que, parecem não ser muito danosas, mas que produzem grandes estragos em nossa vinhas. As raposinhas são os "pecadinhos", as vaciladas que damos, as "coisinhas" que vamos alimentando em nosso coração, como: "mágoa, inveja, ódio, egoísmo, vaidade, falta de perdão, ressentimentos... São tão pequenos que colocamos em qualquer cantinho da nossa alma. Parecem inofensivos, mas fazem grandes estragos.

Os vinhedos produziam uvas e das uvas saiam os vinhos, símbolo da alegria, para aquele povo. Veja isso trazido pra nossa vida. Nossa vida é a vinha que produz frutos e estes frutos nos trazem alegria. As raposinhas (pecados e coisas danosas que guardamos no coração) vêem, como quem não quer nada, e destroem a nossa vinha (vida), ainda em flor (é da flor que vem os frutos, significa que as raposinhas vêem para não permitirem que frutifiquemos) e, não produzindo os frutos (que glorificam a Deus) se vai a alegria e toda a prosperidade que Deus tem pra nós.

Neste dia, decida tirar as raposinhas que se alojam no seu coração, rogar o perdão de Deus para os pecados e não mais praticá-los. Há uma grande colheita a sua espera. Um tempo de alegria. Não deixe as raposinhas destruir a tua festa.

Um restante de dia abençoado pra você.

Pastor Mauricio baniski

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Poderoso Deus


Minha anela o teu ser
Meus olhos querem te ver
Tocar no manto da tua graça
Que cobre e esconde o necessitado
O pobre, o cego e o encarcerado
O miserável pecador
Faz dele um rico, livre e visionário
Um santo justo e adorador
Transforma água velha em vinho novo
Faz o inferno estremecer
Trazendo ao que às trevas foi condenado
A luz bendita do Senhor
A vida nova e abundante
A eterna paz e comunhão
Com O eterno e vivo Deus
O poderoso Salvador

Jesus! Minha vida é Tua
Jesus! É por tua causa
Jesus! É para te adorar
Tu és o meu poderoso Deus

Rev. Mauricio Baniski

GRIPE SUÍNA - Cuidados para se proteger


O que é
A influenza A, ou Nova Gripe, inicialmente chamada de gripe suína, é uma doença respiratória causada pelo vírus A(H1N1). Devido a mutações no vírus e transmissão de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas.

O vírus
O vírus foi identificado como Influenza A, subtipo H1N1, uma variante nova da gripe suína. Ele contém ADN típico de vírus aviários, suínos e humanos, incluindo elementos dos vírus suínos europeus e asiáticos.

Vacina
Não existe ainda no mercado ou postos a vacina para a gripe A (suína).A vacina destinada à prevenção da "gripe convencional" oferece pouca ou nenhuma proteção contra o vírus H1N1. O que há é um remédio, de alto custo, distribuídos nos postos apenas para casos extremos.

Contágio
A contaminação se dá da mesma forma que a gripe comum, por via aérea, contato direto com o infectado, ou indireto (através das mãos) com objetos contaminados. Não há contaminação pelo consumo de carne ou produtos suínos.Cozinhar a carne de porco a 70 graus Celsius destrói o vírus da gripe suína.

A gripe inicia-se com febre alta, em geral acima de 38ºC, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral por três a quatro dias após o desaparecimento da febre.

Diagnóstico
É uma doença muito comum em todo o mundo, sendo possível uma pessoa adquirir influenza várias vezes ao longo de sua vida. É também freqüentemente confundida com outras viroses respiratórias, por isso o seu diagnóstico de certeza só é feito mediante exame laboratorial específico.

SintomasA gripe A (suína) apresenta os mesmos sintomas da gripe humana comum.

Os principais sintomas da gripe são:
febre alta (acima de 39°C em 65% dos casos)
dores musculares
prostração (mal-estar, sensação de fraqueza)
Podendo vir acompanhados de:
tosse
dor de garganta
dor de cabeça
coriza
dentre outros.

Como Prevenir
• Evitar o contato direto com pessoas doentes. • Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
• Evitar tocar olhos, nariz ou boca e lavar as mãos frequentemente com água e sabão.
• Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.
• Em caso de adoecimento, procurar assistência médica .
• Não usar medicamentos sem orientação médica.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

PRINCÍPIOS PARA VIVER GRANDES CONQUISTAS


Prepare-se para um novo tempo

“Se um homem não descobriu alguma coisa pela qual morrer, ele não está preparado para viver.” Rev. Luther King

Nós temos grandes conquistas para alcançar: Temos crianças no aprisco que precisam crescer, adolescentes e jovens, temos adultos, casais, famílias, temos pessoas na terceira idade... construção -- TODOS, precisam se reproduzir em outros para a glória de Deus.

O nosso desafio é fazer com que todos alcancem a maturidade e possam reproduzir para a Glória de Deus.

O meu desafio enquanto pastor é levar as minhas ovelhas a ser um povo que se reproduz. Torná-lo frutífero

O desafio é fazer a maçã se reproduzir em outra? ... NÃO.
• É fazer a manga se reproduzir em outra? Não.
• É levar o limão a se reproduzir em outro? Também não.
• Isso somente representaria a duplicação –
• O desafio que temos é maior - É UMA MULTIPLICAÇÃO ABUNDANTE!

O desafio de transformar maçã em macieira... manga em mangueira... limão em limoeiro...

Pessoas que sejam frutíferas... crentes que dão frutos! ...e sabe qual é o fruto do crente? ... Outros crentes.


Quando eu leio a Bíblia (em Ef 4.15), Deus diz para mim: "cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo".

Quando eu leio a Bíblia (em Is 54.2), Deus diz para mim: "Amplia o lugar da tua tenda, e as cortinas das tuas habitações se estendam; ... alonga as tuas cordas".

Quando eu leio a Bíblia no livro de Atos, único livro de história da igreja no NT, Deus diz para mim (em Atos 5:14) que "a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais". Aumentava... multiplicava...

Precisamos aprender os princípios de Deus que geram a conquista daquilo que estamos sonhando.


Texto Bíblico: Josué 6:1-21 e 7:1-8


Tomando o exemplo do povo de Israel, liderado por Josué em duas batalhas.
• Numa batalha, a de Jericó, eles foram vencedores.
• Na batalha seguinte, foram vergonhosamente derrotados.
• Precisamos entender os princípios que levam à vitória ou ao fracasso, na luta por grandes conquistas.



O primeiro princípio que precisamos entender é o da:

ORAÇÃO QUE GERA DEPENDÊNCIA DE DEUS

Em Josué 5:13-15, vemos o desafio de Israel diante da Cidade de Jericó, e em Josué 7:2-4, lemos do desafio de Israel diante da cidade de Ai.

E podemos notar que tanto Josué como o povo de Israel, tiveram atitudes diferentes diante desses desafios.

“Se acomodaram. Lembra daquele ditado que diz que “águas passadas não movem moinhos”. Creio que serve pra oração.

Na primeira, para a conquista da cidade de Jericó, ele orou, ele ouviu a Deus, ele recebeu as estratégias de Deus.

Na segunda, para a conquista da cidade de Ai, talvez por menosprezar o desafio, nem Josué nem o povo fez oração...

Então, diante da cidade de Ai, o que não faltou foi um ai para cada um deles: "Ai meu pé... ai minha cabeça... ai minha barriga... ai de mim... ai meu Deus do céu!"

A lição para nós é essa: Se quisermos grandes conquistas, a busca em oração tem que ser proporcional.


O próximo princípio que precisamos entender é o da:

ESTRATÉGIA QUE GERA PLANEJAMENTO

Em Josué 6, antes de encarar o desafio de Jericó, lemos que houve estratégia e planejamento, mas em Josué 7, diante de Ai, não lemos nada disso.

É fácil perceber, que para a conquista de Jericó, então havia uma estratégia sobrenatural dada por Deus, e o povo seguiu o planejamento de Deus à risca.

Mas quanto ao desafio de Ai, não havia nenhuma estratégia (muito menos sobrenatural, muito menos dada por Deus). Foram apenas enviados 3 mil homens sem um planejamento claro do que fazer e eles foram humilhados.

A lição para nós é esta: Se quisermos grandes conquistas, se quisermos a multiplicação, se quisermos o crescimento, se quisermos o aumento do número de conversões... do número de batismos, então, nós temos que buscar e seguir à risca o planejamento e as estratégias que Deus está dando.

SEM ESTRATÉGIAS NÃO VAMOS MUITO LONGE. (ORAÇÃO, INTIMIDADE, LEITURA, BIBLICA, ESTUDO, OBSERVAÇÃO -o conhecimento te faz inteligente, a observação te torna um sábio.)


Outro princípio a ser entendido é este, o da:

SANTIDADE QUE GERA COMPROMISSO

A santidade é o fator fundamental para as conquistas. (SER SEPARADO)

Precisamos tapar as brechas no caminho.

Antes de Josué e seu povo conquistar Jericó, houve um período de santificação, todo o povo se santificou, mas quando partiram para a conquista de Ai, o pecado de um homem chamado Acã foi a brecha para o fracasso.

O que tem impedido a bênção na família, no trabalho, na empresa?

A lição para nós é esta: A santidade é uma condição necessária para as grandes conquistas.

Apocalipse 2.4,5 – “Abandonaste o primeiro amor, lembra-te de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras.”


Finalmente, precisamos entender o princípio da:

UNIDADE QUE GERA RESPONSABILIDADE

Irmãos, para não sermos frustrados em nossas conquistas é preciso a participação de todos, o envolvimento de todos, naquilo que queremos conquistar.

Em Jericó, todo o povo rodeou a cidade e fez o que Josué ordenou. Agora, em Ai, a maioria absoluta do povo ficou relaxada e apenas 3 mil foram à batalha.

E qual foi o resultado? ...poucos trabalharam, então todos saíram derrotados.

A lição para nós é esta: Se quisermos grandes conquistas, se quisermos mais crianças convertidas à Jesus, mais adolescentes e jovens convertidos a Jesus, mais casais, mais adultos e mais idosos convertidos a Jesus... se quisermos mais batismos sendo realizados, CONSTRUÇÃO tem que haver um envolvimento de todos nesse desafio!


Concluindo:

Creia no poder do Espírito Santo que habita em você para torná-lo uma testemunha fiel e fazê-lo ganhar vidas.

Creia no poder do Espírito Santo para fazer de você uma macieira, uma pessoa frutífera para a glória de Deus!

Creia no poder do espírito Santo que habita em você para que as portas se abram em sua vida.

Creia no poder do espírito Santo que habita em você para que seus sonhos se realizem.

Uma pequena frase que cabe aqui: Albert Einsten certa vez declarou: “Deus não joga dados”, não lança nada ao acaso.

ORAÇÃO QUE GERA DEPENDÊNCIA
ESTRATÉGIO QUE GERA PLANEJAMENTO
SANTIDADE QUE GERA COMPROMISSO
UNIDADE QUE GERA RESPONSABILIDADE

domingo, 16 de agosto de 2009

Projeto "VIDA NOVA em 2015"


“Todo mundo pode ser notável porque todo mundo pode servir” Rev. Martin Luther King

Nosso objetivo nunca foi o de construir um império, ter um templo suntuoso, onde as pessoas passando por aqui admirem a obra e sua arquitetura. Nosso objetivo é construir o...

Sonho de sermos fieis a Deus. De estender as tendas, de multiplicar os celeiros, de aumentar os espaços. Porque a ceara é grande e haverá grande colheita.

Sonho de ver excelência em nosso trabalho, aproveitando as oportunidades, a nossa sabedoria e a força dos nossos braços para oferecer o melhor ao nosso Deus.

Sonho de ver cada família vibrante e engajada, feliz e vendo o maravilhoso resultado de todo o seu investimento de vida, de conhecimento, de tempo, de recursos financeiros e materiais, de sua criatividade e dos sonhos comuns.

Sonho de ver nossos filhos bem firmados, crentes em Cristo e compromissados com a obra de Deus. Tendo em cada um de nós o exemplo de pessoas que amaram e serviram com reverência e zelo.

Sonho de ver muitos se achegando, de todos os lugares, porque aqui o Senhor tem feito grandes coisas.

Projeto “Vida Nova em 2015”, é a oportunidade que Deus te dá de você provar a tua fé, de projetar o teu futuro neste ministério, de compreender a necessidade e a importância de você estar aqui e agora. Seja bem vindo e “mãos à obra”.

Bom trabalho para todos nós.

PASTOR MAURICIO BANISKI

sábado, 15 de agosto de 2009

Tempo



Não brigue com o tempo que parou;
Não ignore o tempo de que passou;
Não julgue o tempo que não vem;
De tempo ao tempo e descobrirás a tempo;
Que há tempo para todo tempo e, que,
O tempo nem sempre é o nosso tempo.

Rev. Mauricio Baniski

Samira


Amiga Inseparável
O meu mundo fez parar
Para aplaudir o Senhor da Vida
Ao ver do céu você chegar

O amanhecer de uma vida
No lindo azul do teu olhar
Doce anjo, iluminada
Luz intensa a brilhar

Seja bem vinda a nossa vida
Seja feliz no novo lar
A que do céu foi enviada
O amor divino nos mostrar

Rev. Mauricio Baniski

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Entregue-se a Ele



“Por estarem unidos com Cristo, vocês são fortes, o amor dele os anima, e vocês participam do Espírito de Deus.” Filipenses 2.1

Muitas vezes a única motivação que temos para continuar a caminhada acreditando na vida é a fé em Jesus Cristo. Saber que Ele está no controle de todas as coisas, está nos aperfeiçoando e nada foge ao seu domínio. Nós não vivemos por vista, mas por aquilo que acreditamos virá a ser. Mesmo que a nuvem das deficiências e dificuldades batam em nossa porta, cremos que a eterna, abundante e maravilhosa graça nos susterá e será sempre uma luz, mesmo que muitas vezes quase imperceptível, a nos guiar e mostrar o que Ele mesmo nos ensina no salmo 23. Ele é o nosso Senhor e Pastor e neste Caminho: “nada nos faltará”; “Ele estará nos fazendo descansar em lugar de abundância e vida”; “nos guiando sempre para as águas de descanso”; “trazendo sempre refrigério para a nossa alma”; “nos revelando a verdade”; “nos livrando dos perigos do caminho, com o seu cajado que consola e sua vara que corrige”; “neste momento o Senhor está preparando a nossa vitória”, “Ele nos separou para a sua obra”; “e a bondade (graça) do Senhor e a sua misericórdia nos seguirão todos os dias da nossa vida porque estamos na presença do Senhor para todo o sempre”.

Agradeça a Deus por estar vivo neste dia, por poder ter conhecido a Deus e poder experimentá-lo na sua vida. Caminhar o Caminho que Deus tem pra você é a melhor escolha da sua vida. As vezes, Ele pode parecer difícil e apertado, mas te conduz a salvação presente e futura de todas as adversidades que se apresentam.

É "porque você está unido a Cristo que você é forte", lembre-se e medite nisso. O amor dEle é que te anima. E você participa do Espírito de Deus, Ele habita dentro de você. Nunca esqueça, se você está com Deus, não importa a quantidade de inimigos, VOCÊ E DEUS são sempre a maioria.

Boa continuidade de semana para você

Pastor Mauricio Baniski

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Somos criadores de pontes não formadores de abismos


Somos construtores de pontes, não cavadores de abismos. Somos ministros da reconciliação, não promotores de contendas. Somos pacificadores, não geradores de intrigas. O ministério da igreja é de aproximação das pessoas e não de afastamento delas. Somos um só corpo e membros uns dos outros. Quando um membro do corpo sofre, todos sofrem com ele; quando um membro é promovido, todos se regozijam com ele. Para isso, precisamos tomar algumas medidas.

Em primeiro lugar, reconhecer que somos falhos e erramos uns com os outros. Não somos uma comunidade de pessoas perfeitas. Nós ainda estamos sujeitos a falhas e tropeçamos em muitas coisas. Isso obviamente não nos dá o direito de errarmos intencionalmente. A vida cristã não nos dá uma imunidade para pecar. Precisamos ser vigilantes para não sermos pedra de tropeço para os nossos irmãos. Porém, o fato de errarmos uns com os outros não anula o fato de que somos uma só família e um só rebanho. O apóstolo Paulo admite que na igreja há momentos em que temos queixa uns dos outros.

Em segundo lugar, reconhecer que o caminho do arrependimento e do perdão é a única forma de construir pontes em vez de cavar abismos. Um cristão demonstra sua maturidade espiritual quando reconhece seu erro e tem disposição de pedir perdão. Não há comunidade saudável sem o exercício do perdão. Somos a comunidade dos perdoados e dos perdoadores. Quem não perdoa não pode orar, não pode ofertar, não pode ser perdoado. Quem não perdoa adoece emocional e fisicamente. A Bíblia diz que precisamos perdoar uns aos outros como Deus em Cristo nos perdoou. Esse perdão deve ser imediato, pleno e definitivo. O perdão sara as feridas, restaura os relacionamentos, produz comunhão e glorifica a relacionamentos, produz comunhão e glorifica a Deus. Ferir uns aos outros ou guardar mágoas produz doença emocional e desavença relacional. É tempo de construirmos pontes em vez de cavarmos abismos em nossos relacionamentos dentro da nossa família e da igreja.

Em terceiro lugar, reconhecer que Deus nos chamou para sermos ministros da reconciliação. Nós fomos chamados para pregarmos a reconciliação do homem com Deus e do homem com o próximo. Nós fomos vocacionados para construirmos pontes em vez de cavarmos abismos. Os filhos do Reino são pacificadores e os pacificadores são chamados filhos de Deus. A Bíblia diz que o amor cobre multidão de pecados. Quem ama busca a reconciliação.

Em quarto lugar, reconhecer que nenhuma vitória tem gosto de vitória se a comunhão fraternal é quebrada. A única vitória que glorifica o nome de Cristo é a decisão de restaurar o que foi quebrado, de aproximar o que foi afastado. Paulo diz: “no que depender de vós, tende paz com todos os homens”. Ainda diz que se preciso for, devemos sofrer o dano para construir as pontes da reconciliação. A Palavra de Deus diz que devemos ter o mesmo sentimento que houve também em Cristo. Ele não revidou ultraje com ultraje. Ele rogou ao Pai que perdoasse seus algozes e até mesmo atenuou-lhes a culpa, dizendo que eles não sabiam o que estavam fazendo. A Bíblia inteira é um apelo à reconciliação com Deus e a reconciliação fraternal. O apóstolo Paulo chega a afirmar que se não houver perdão dentro da igreja, Satanás leva vantagem sobre nós. Que Deus nos ajude a amar uns aos outros, a dar a nossa vida uns pelos outros, a perdoar uns aos outros como Deus em Cristo nos perdoou e a construirmos pontes em vez de cavarmos abismos.

Rev. Hernandes Dias Lopes

ASHBEL GREEN SIMONTON, PIONEIRO DA IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL


A Igreja Presbiteriana do Brasil está celebrando neste ano o seu sesquicentenário. Hoje estamos presentes em todos os Estados da Federação e já temos mais de quatro mil igrejas com aproximadamente oitocentos mil membros. A Igreja Presbiteriana do Brasil é uma igreja comprometida com a evangelização, a educação e a ação social. É um esteio do protestantismo pátrio. Vamos, agora, conhecer um pouco sobre o nosso missionário pioneiro, Ashbel Green Simonton. Ele foi um jovem idealista. Deixou os Estados Unidos nos tempos gloriosos de um grande reavivamento e veio para o Brasil em 1859 para plantar a Igreja Presbiteriana. Vejamos alguns aspectos de relevo em sua história:

1. Sua família - Foi o nono filho, o caçula, de uma família piedosa. Seu pai era presbítero, médico e político, tendo sido duas vezes eleito deputado para o Congresso Nacional. Simonton foi consagrado ao ministério da Palavra no batismo infantil.

2. Seu chamado para o ministério - No dia 14 de outubro de 1855, após ouvir um sermão do Dr. Charles Hodge sobre a tarefa da igreja, sentiu-se chamado para as missões. Fez o curso de teologia no seminário de Princeton, em New Jersey. Após concluí-lo, decidiu viajar para o Brasil. Quando alguém questinou o fato de ele se dedicar a um país ainda pobre e assolado por várias doenças endêmicas, ele respondeu: "A única segurança está na submissão à vontade e aos propósitos divinos. Sob a direção de Deus, o lugar de perigo é o lugar de segurança e, sem a sua presença, nenhum abrigo é seguro".

3. Seu casamento - Ao saber da enfermidade da mãe, Simonton deixou o Brasil e retornou aos Estados Unidos. Mas, ao chegar, ela já havia falecido. Simonton ficou então um ano em seu país de origem. Nesse tempo, casou-se com Helen Murdock. Após dois meses de casado, regressou ao Brasil. Em 19 de junho 1864, nove dias após nascer-lhe a filha Helen, sua adorável esposa morreu.

4. Seu trabalho - O jovem pioneiro deixou marcas profundas e indeléveis na história do presbiterianismo e da evangelização nacional: a) organizou a escola dominical em 22 de abril de 1860 com cinco crianças, usando como livros textos: a Bíblia, o Catecismo e o Peregrino, de John Bunyan; b) organizou a Primeira Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro em 12 de janeiro de 1862; c) criou o primeiro jornal - A Imprensa Evangélica, em 5 de novembro de 1862; d) organizou o primeiro presbitério, o Presbitério do Rio de Janeiro, em 17 de dezembro de 1865, quando foi ordenado ao sagrado ministério o ex-padre José Manoel da Conceição; e) criou o primeiro seminário teológico em 14 de maio de 1867.

5. Sua morte - Em 9 de dezembro de 1867, aos 34 anos de idade, morreu em São Paulo, de febre amarela, este heróico jovem desbravador. Sua irmã, esposa do Rev. Blackford, perguntou-lhe, em seus últimos lampejos de consciência: "O que será dos crentes e do trabalho que você está deixando?". Ele respondeu: "Deus levantará alguém para tomar o meu lugar. Ele fará o seu trabalho com os seus próprios instrumentos. Nós só podemos apoiar-nos nos braços eternos e estar quietos".


Rev. Hernandes Dias Lopes

Presidente Lula no Aniversário de 150 anos da IPB – na Igreja sede – Rio de Janeiro


Comitiva da Igreja Presbiteriana no Gabinete do Presidente Lula no convite para a comemoração dos 150 anos da Igreja Presbiteriana do Brasil

Com a Catedral Presbiteriana do Rio, no Centro da cidade, lotada por fiéis de todo o país e de 30 delegações estrangeiras, além da comissão executiva do Supremo Concílio, os presbiterianos comemoraram, na manhã desta quarta-feira, os 150 anos da chegada da religião ao Brasil com a realização de um ato cívico-religioso que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do governador Sérgio Cabral e do prefeito Eduardo Paes. Por ocasião do centenário da igreja, o então presidente Juscelino Kubistchek também prestigiou as comemorações na catedral.
No dia 12 de agosto de 1859, chegou ao Rio para pregar a doutrina presbiteriana, de inspiração calvinista, um jovem missionário americano, Ashbel Green Simonton. Esta é a data que marca o início da religião no Brasil, embora a fundação da igreja propriamente só tenha ocorrido em 1862. Além do ato cívico, nesta quarta-feira, foi inaugurado, ao meio-dia, um monumento escultório interativo do casal Simonton (Ashbel e Helen) na Praça Mauá e, às 19h30, será celebrado um culto solene na Catedral Presbiteriana.
Depois da saudação feita pelo reverendo Guilhermino Cunha, da Catedral Presbiteriana, Lula, em seu discurso, exaltou o trabalho dos líderes da Igreja Presbiteriana, desde o fundador até os atuais, que a transformou numa das mais importantes instituições religiosas do Brasil, pioneira na consolidação de um Estado laico no país.
- A semente plantada por Simonton encontrou solo fértil em meio ao nosso povo. Rapidamente, a igreja ganhou adeptos entre nós. E, sem divorciar-se dos laços históricos com o protestantismo europeu e americano, tornou-se uma religião de brasileiros que passaram a administrar a instituição, além de administrar os cultos. A institucionalidade alcançada ainda no Império se consolidou nesse século e meio de existência. E representou um fato fundamental para a criação de diversas outras denominações, contribuindo e muito para a diversidade e a liberdade religiosa no nosso país - definiu Lula.
O governador Sérgio Cabral exaltou o bom gosto do fundador da igreja no país quando, ao desembarcar, considerou o Rio o lugar mais lindo que já tinha visto na vida e, portanto, o escolheu para iniciar a sua pregação no Brasil. Cidade que, embora continuasse bela, infelizmente, lembrou Cabral, degradou-se muito nos últimos anos. Ele ressaltou, porém, que ela vem se recuperando, assim como todo o estado, graças à sua parceria com o governo federal, desde que assumiu o governo do estado.
- Como o reverendo Simonton, o presidente Lula ama esta cidade e este estado e tem sido um grande parceiro nas lutas que temos travado para melhorar a vida do nosso povo. Vivemos um grande momento de recuperação econômica e social, em função desse apoio. Nos próximos quatro anos, o Estado do Rio aumentará sua participação no Produto Interno Brasileiro (PIB) de 13% para 22% - ressaltou Cabral.
O governador destacou o papel da Igreja Presbiteriana na luta contra as desigualdades sociais e no esforço pela propagação da paz no estado.
- Se há algo que marca a Igreja Presbiteriana é a reputação de seus líderes, é a seriedade com que eles conduzem a palavra da fé sem o usufruto dessa palavra para diminuir o ser humano - concluiu.
Antes de Simonton, muitos protestantes tentaram pregar a religião no Brasil, mas as tentativas foram fracassadas, porque a Corte portuguesa, de profissão católica, resistia à presença de protestantes em sua maior colônia, cuja população era igualmente católica. Mas, em 1859, o pastor americano encontrou um país mais liberal do ponto de vista religioso e ele pôde iniciar seu trabalho com segurança. De 12 de agosto de 1859 a 12 de agosto de 2009, a instituição se expandiu, cresceu e consolidou suas bases no Brasil.
Também prestigiaram a solenidade o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, o senador Marcelo Crivela, a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva, e a prefeita de São Gonçalo, Aparecida Panisset, entre outros.

Autor da reportagem: Guedes de Freitas (http://www.jusbrasil.com.br/politica/3211927/lula-cabral-e-paes-comemoram-150-anos-da-igreja-presbiteriana)

Fotos do ex-presidente da Igreja - Rev. Guilhermino Cunha (que esteve visitando o terreno da nossa Igreja antes da construção) abençoando o Presidente Lula. E, foto do Rev. Mauricio Baniski (pastor da Igreja Vida Nova) com o Rev. Roberto Brasileiro (atual presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil.