segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Poder da Língua


"Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que o rapaz era inocente, ele foi solto, e, após muita humilhação resolveu processar seu vizinho (o caluniador).

No tribunal, o caluniador disse ao juiz:

- Comentários não causam tanto mal... e o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel, depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa e amanhã volte para ouvir a sentença!

O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - o vento deve tê-los espalhados por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!

Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos consertar o mal causado; se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!

Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.

No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo. Acostume-se...

Quem ama não vê defeitos... quem odeia não vê qualidades e,quem é amigo, vê as duas coisas !!!"

Um email que a Karen me enviou

Fotos - Pastor na Igreja Vila Nova

Fotos tiradas ontem no culto que foi realizado na Segunda Igreja Presbiteriana, no Jd. Vila Nova, em Londrina. Na ocasião o pastor Mauricio entregou uma placa em homenagem aos 50 anos daquela Igreja e, também, ministrou a palavra.

domingo, 29 de maio de 2011

Lista do Nunca Mais


Nunca mais direi “eu não posso”, pois “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”. Fp 4.13

Nunca mais alegarei falta de alguma coisa, pois “o meu Deus suprirá todas as minhas necessidades segundo a sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus”. Fp 4.19

Nunca mais direi que tenho medo, “Porque Deus não nos deu espírito de timidez, mas de poder, de amor e de moderação”. 2 Tm 1.7

Nunca mais direi que tenho dúvidas ou falta de fé, porque tenho um conceito equilibrado, de acordo com “a medida da fé que Deus repartiu a cada um”. Rm 12.3

Nunca mais direi que sou fraco, porque “O Senhor é a força da minha vida”(Sl 27.1) e “o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas”. Dn 11.32

Nunca mais direi que Satanás tem poder em minha vida, porque “maior é o que está em mim do que aquele que está no mundo”. 1 Jo 4.4

Nunca mais direi que estou derrotado, porque Deus sempre nos faz triunfar em Cristo”. 2 Co 2.14

Nunca mais direi que estou condenado, pois “agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”. Rm 8.1

sábado, 28 de maio de 2011

Plante para o Futuro


“Um moço encontrou um homem já de bastante idade plantando um pé de nogueira num campo, na Suíça, e, ficando surpreso disse-lhe: - O senhor não sabe que este pé só dará fruto daqui a sessenta ou setenta anos? – Sei, foi a resposta - mas estou colhendo o fruto de muitas árvores que homens de bom-senso plantaram a setenta ou mais para mim.”

Dizem que alguns frutos em poucos anos serão muito difíceis de serem encontrados e, isso porque ninguém mais quer plantar. Os frutos são doces e saborosos, lindos e desejados, mas os pés demoram muito para produzir. Hoje, existem estudos incansáveis em busca de diminuir o tempo para se colher as coisas. Em alguns casos tem-se havido sucesso nessa pressa toda em colher logo os resultados, mas na maioria deles o caminho continua sendo esperar o tempo certo.

Na vida, assim como na natureza, o homem não tem tido tanta paciência em esperar para colher os frutos em sua vida e em seu trabalho. Por isso, corre em busca de caminhos que parecem sempre mais fáceis e rápidos. Na busca pelo prazer, pela riqueza e por sucesso e fama, aceita qualquer atalho e por ali caminha de maneira sega. Precisamos semear em nossa vida sementes preciosas de fé, amor, respeito, conhecimento, trabalho e coragem. Esperar o tempo certo para a colheita, sem ceder aos atalhos. Porque a seu tempo ceifaremos e nossa colheita será plena e abundante.

Seja na sua vida pessoal, em seus relacionamentos, em sua família, trabalho, estudos ou ministério na Igreja, não pegue atalhos, vá pelo caminho certo, reflita em cada passo, espere o tempo necessário. A vida ganha mais sentido e os frutos da vida são saborosos quando vem como resultado de uma vida honesta, de fé e muito trabalho.
Sua vida é muito importante para ser jogada fora em troca de caminhos fáceis. Seja quem você tem que ser de fato, faça o que tem que fazer. Seja digno de cada fruto que deseja colher em sua existência.

Pastor Mauricio Baniski

sexta-feira, 27 de maio de 2011

MATANDO UM LEÃO POR DIA


Em vez de matar um Leão por dia, aprenda a amar o seu.

Outro dia, tive o privilégio de fazer algo que adoro: fui almoçar com um amigo, hoje chegando perto de seus 70 anos. Gosto disso. São raras as chances que temos de escutar suas histórias e absorver um pouco de sabedoria das pessoas que já passaram por grandes experiências nesta vida.

Depois de um almoço longo, no qual falamos bem pouco de negócios, mas muito sobre a vida, ele me perguntou sobre meus negócios. Contei um pouco do que estava fazendo e, meio sem querer, disse a ele: 'Pois é hoje, tem de matar um leão por dia". Sua resposta, rápida e afiada, foi: "não mate seu Leão. Você deveria mesmo era cuidar dele".

Fiquei surpreso com a resposta e ele provavelmente deve ter notado minha surpresa, pois me disse: - "Deixe-me lhe contar uma história que quero compartilhar com você".

Segue, mais ou menos, o que consegui lembrar da conversa:

Existe um ditado popular antigo que diz que temos de matar um Leão por dia. E por muitos anos, eu acreditei nisso, e acordava todos os dias querendo encontrar o tal Leão. A vida foi passando e muitas vezes me vi repetindo essa frase. Quando cheguei aos 50 anos, meus
negócios já tinham crescido e precisava trabalhar um pouco menos, mas sempre me lembrava do tal Leão. Afinal, quem não se preocupa quando tem de matar um deles por dia?

Pois bem. Cheguei aos meus 60 e decidi que era hora de meus filhos começarem a tocar a firma. Mas qual não foi minha surpresa ao ver que nenhum dos três estava preparado! A cada desafio que enfrentavam, parecia que iam desmoronar emocionalmente. Para minha tristeza, tive de voltar à frente dos negócios, até conseguir contratar alguém, que hoje é nosso diretor-geral.

Este fracasso me fez pensar muito. O que fiz de errado no meu plano de sucessão? Hoje, do alto dos meus quase 70 anos, eu tenho uma suspeita: a culpa foi do Leão.

Novamente, eu fiz cara de surpreso. O que o Leão tinha a ver com a história? Ele, olhando para o horizonte, como que tentando buscar um passado distante, me disse:

- É. Pode ser que a culpa não seja cem por cento do Leão, mas fica mais fácil justificar dessa forma. Porque, desde quando meus filhos eram pequenos, dei tudo para eles. Uma educação excelente, oportunidade de morar no exterior, estágio em empresas de amigos. Mas, ao dar tudo a eles, esqueci de dar um leão para cada, que era o mais importante.

Meu jovem,aprendi que somos o resultado de nossos desafios. Com grandes desafios, nos tornamos grandes. Com pequenos desafios, nos tornamos pequenos.

Aprendi que, quanto mais bravo o Leão, mais gratos temos de ser. Por isso, aprendi a no só respeitar o Leão, mas a admirá-lo e a gostar dele.

Aprendi que a metáfora é importante, mas errônea: não devemos matar um Leão por dia, mas sim cuidar do nosso. Porque o dia em que o Leão, em nossas vidas morre, começamos a morrer junto com ele.

Depois daquele dia, decidi aprender a amar o meu Leão. E o que eram desafios se tornaram
oportunidades para crescer, ser mais forte, e "me virar" nesta selva em que vivemos.

A capacidade de luta que há em você, precisa de adversidades para revelar-se. (Pierre Schurmann)

Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado. (Albert Einstein)

Texto de Pierre Schurmann

Lugar todo especial


Família é um lugar todo especial
Com o beleza, a sensibilidade e a sabedoria da esposa
Que com doçura edifica todo o seu lar
Com a gentileza, o amor e a dedicação do esposo
Que com excelência ampara e sustenta todos os seus
A casa é um doce aconchego e lugar de descanso e paz
Deus está no lar, mora na família, reina em todo lugar
Os pais são dedicados e demonstram o amor e a educação aos filhos
Os filhos respeitam, obedecem e honram os seus pais
Alí, na família, todos se tornam mais humanos e agradáveis a Deus a cada dia
Porque a Palavra de Deus é lida e vivenciada
Os irmãos estão juntos, são unidos, sentem a necessidade de estar ao lado e,
Se esforçam pelo bem um dos outros
O seio da família é sagrado, é lugar de vida
Onde Jesus tem prazer de estar e abençoar
Na entrada e na saída Suas mãos sempre estão erguidas
Sobre os chegam e saem para que em todos esteja a paz

Deus ama, salva, liberta, cura e provê sobre a família de todos aqueles que O temem e andam nos seus caminhos. Pode ser difícil e longo o caminho, mas Deus honrará suas lágrima e sua dedicação em experimentar o milagre do amor em seu lar.

Creio que o Senhor virá, restaurará sua casa e sua família e fará maravilhas no meio de vós.

Graça e Paz;

Pastor Mauricio Baniski

quinta-feira, 26 de maio de 2011

DOZE CONSELHOS PARA TER UM INFARTO FELIZ !!!


Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo devida inconscientemente.

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

2 Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder, também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes..

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro , enferruja!!. .rs)

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado.. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo.

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis. Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens.

DUVIDO QUE VOCE NãO TENHA UM BELO INFARTO SE SEGUIR OS CONSELHOS ACIMA!!!

Dr. Ernesto Artur - Cardiologista

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Este é o Rei


No momento da morte de Jesus, quando foi pregado e levantado na cruz, foi colocada em cima, na sua cruz a frase dizendo que aquele ali era o REI. Mesmo que a intenção tivesse sido de deboche à fé daqueles que criam em Jesus e uma maneira de humilha-lho, estava ali em grego, latim e hebraico a grande verdade. JESUS É O REI DOS REIS E O SENHOR DOS SENHORES.

Em grego, língua da grande sabedoria, para dizer a verdade aos todos os que se aplicam ao conhecimento.

Em latim, língua das grandes discussões políticas, para dizer a verdade a todos que governam, discutem e decidem sobre os rumos sociais.

Em hebraico, língua da religião, para dizer a verdade a todos os que estão em busca de Deus. Dizer que Ele veio até nós, porque não temos condições de alcançá-lo.

Jesus está vivo, a cruz está vazia, Ele é o Senhor da vida para sempre. Todos podem olhar para a cruz: sábios, governos e religiosos, e todos verão saberão que Ele é o REI e SENHOR do universo.

Mauricio Baniski

Família


Que nenhuma família comece em qualquer de repente
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente
E que nada no mundo separe um casal sonhador!

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte
Que eles vivam do ontem, do hoje, e em função de um depois!

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também (bis)

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão
Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão!

Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos!
Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois!
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho,
seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois!

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também (bis)

Padre Zézinho

Fotos - Jantar das Mães (Jd. São Francisco)

Aconteceu no início deste mês, as vésperas dos dia das mães.



domingo, 22 de maio de 2011

Tudo vai ficar bem...


Uma menina estava dizendo à mãe como tudo em sua vida parecia dar errado: ela não estava indo bem em matemática; o namorado terminara com ela; e sua melhor amiga estava de mudança. Tudo parecia estar desmoronando. Enquanto a filha desfiava sua história dolorosa, a mãe fazia um bolo. Fazendo uma pausa, interrompeu-a para perguntar se ela gostaria de um lanchinho.

A filha respondeu: “De jeito nenhum, mãe. Você sabe que eu amo seu bolo!”

“Tudo bem, beba então um pouco de óleo de cozinha”, respondeu a mãe, empurrando a garrafa de óleo em direção à sua filha. “Eca!”, disse a filha.

“Você gostaria de alguns ovos crus?”, perguntou a mãe, segurando-os diante da jovem. “Não, mãe. Isso deve ser horroroso!”

“Você gostaria de comer um pouco de farinha, então?” – indagou a mãe. “Ou quem sabe um pouco de fermento?”

“Mamãe, por que você está me perguntando estas coisas? Tudo isso deve ter um gosto horrível!”

A mãe respondeu: “Sim, todas essas coisas são ruins isoladamente. Porém, quando reunidas de forma correta, fazem um bolo maravilhosamente delicioso. E se você deixar de incluir um só ingrediente que seja, o resultado não será tão bom.”

“Deus trabalha de forma semelhante”, prosseguiu a mãe. “Muitas vezes perguntamos por que Ele nos deixa passar por tempos tão difíceis e ruins. Mas Deus sabe que quando Ele junta todas essas coisas, em Sua onisciência e perfeita ordem, elas sempre resultam em algo para o nosso bem! Nós temos apenas que confiar Nele. Ao final, todas as coisas se combinarão para fazer algo maravilhoso!”

É por isso que a Bíblia nos faz esta promessa: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que O amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu propósito” (Romanos 8.28).

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Marketing Pessoal


Em tempos de alta competitividade e de crescente exigência por qualidade, o marketing pessoal se tornou ferramenta indispensável a todos os profissionais. O marketing pessoal deve ser compreendido não apenas como a estratégia e o sucesso na venda de uma imagem, mas também, e principalmente, no cuidado e na excelência com a integridade pessoal, em todos os níveis.

Sobre o tema acima pontuo alguns conceitos que valem a pena uma reflexão:

O autoconhecimento
O autocontrole
Definir metas e objetivos
Guiar-se por um conjunto de valores
Compor a apresentação pessoal
Aperfeiçoar a comunicação
Aprofundar-se no campo da especialização
Desenvolver a criatividade
Ampliar a faixa de relações
Administrar melhor o tempo
Formar uma base mínima de organização e memória
Procurar acumular conhecimentos
Usar o bom senso
Evitar excessos
Evitar o ridículo
Defender o ideário
Fazer as coisas com emoção
Administrar melhor as dificuldades
Viver o presente
Ter a coragem de arriscar
Saber a hora de parar
Saber comandar
Adquirir a capacidade de inovar
Comprometer-se com os resultados
Defender a reputação
Preservar a verdade
Desconfiar do elogio fácil
Ter a capacidade de argumentação

Conhecer

“Se você se conhece e conhece o seu inimigo, você pode entrar em 100 batalhas sem se preocupar com o resultado; se você se conhece e não conhece o seu inimigo, você pode entrar em 100 baralhas que pelo menos 50 delas você vencerá; se você não se conhece nem conhece o seu inimigo as chances de sair vitorioso são mínimas.” Sun Tsu

facesdaexcelencia.blogspot.com

terça-feira, 17 de maio de 2011

Lutando por nossas famílias


Atos 16:31

Os nossos valores determinam as nossas prioridades; e as nossas prioridades determinam nossas práticas. Deus estabeleceu 5 prioridades para nossa vida. Levar a sério esse padrão divino trará benefícios para nossas vidas. Essas prioridades precisam ser desenvolvidas, e a maneira para desenvolvê-las deixada por Deus é o relacionamento. Nossa Igreja valoriza relacionamentos e isto envolve nosso relacionamento com Deus, a família, com o próximo, com a sociedade, dentre outras.
Precisamos desenvolver relacionamentos sadios de acordo com as prioridades que DEUS estabeleceu. São essas as prioridades:

1)Deus e Eu – Efésios 5:18-20.

A vida cheia do Espírito Santo de Deus é a primeira e mais importante prioridade, pois é a presença do próprio Deus que habitando em nós nos capacitará a viver uma vida de santidade e obediência a sua palavra.

2)Cônjuge – Efésios 5:21-23.

O homem para ser completo precisa da mulher e o inverso também é verdadeiro, em um relacionamento não pode haver competição; a palavra chave é cooperação. Cada um na sua função estabelecida por Deus, para a edificação do lar. Não há um mais importante, existem funções diferentes, que precisam ser levadas a sério.

3)Família – Efésios 6:1-4.

A família foi instituída por Deus; cabe aos pais a função de ensinar o caminho de Deus para seus filhos, cuidar de suas necessidades afetivas e emocionais. Cabe aos filhos a obediência e a honra, são as palavras que norteiam uma vida próspera e bem sucedida conforme Êxodo 20:12.

4)Trabalho – Efésios 6:5-9

Precisamos nos empenhar em nosso trabalho, pedindo a Deus sabedoria e habilidade. Seja como patrão ou empreendedor, cumprindo leis, respeitando os funcionários, ou como empregado, trabalhando com afinco, como se estivesse trabalhando para o Senhor, fazendo diferença.

5)Ministério – Efésios 6:10-12

Deus nos criou com talentos e dons específicos e devemos colocá-los a disposição Dele no seu reino. Ele irá nos capacitar a vencer as dificuldade e barreiras existentes, precisamos entender que a nossa luta não é contra carne ou sangue e sim contra principados e potestades (Efésios 6:12). Precisamos nos empenhar no cumprimento do chamado maior feito por Jesus, que é: Ide e Fazei discípulos. O seu trabalho tem que contribuir para o ministério e o chamado que Deus tem para você.

Deus te abençoa para que você seja uma bênção para sua família, para a Igreja de Jesus, as pessoas do seu relacionamento e o mundo sem Deus. Você está aqui na terra para cumprir uma missão estabelecida por Deus. Se disponha e diga como Isaías: “Eis-me aqui...”

CONCLUSÃO:

Precisamos lutar por nossas famílias, nossa Igreja, satanás se levanta para cair e precisamos defender como guerreiros nosso território, isto é, tudo o que Deus tem nos dado, usando as armas que Ele nos concede (oração, jejum, o nome de JESUS, a autoridade em Cristo, a armadura de Efésios 6).

Orem uns pelos outros.

Pastor Daniel Sampaio

Fotos - Celebração dia das mães na APAE

Pastor Mauricio e sua esposa Simone participando da Celebração em Homenagem ao Dia das Mães, na APAE, em Cambé.



segunda-feira, 16 de maio de 2011

Série: Família na Agenda de Deus (2)


PÕE EM ORDEM A TUA CASA

• Você já viu uma casa em desordem? Bagunça mesmo?

• Ninguém se sente bem num lugar desarrumado, sujo. Você perde as coisas, espalha doença, aumenta a irritação, provoca desencontros, traz prejuízos.

• Pior do que uma desordem física, é a desordem emocional, moral, a desordem espiritual. Porque este tipo de desordem provoca desencontros de relacionamentos, choque entre as pessoas, e muitas coisas se perdem: amizade, respeito, segurança, confiança, causando grave instabilidade no lar.

• Como está a sua casa? Como está sua família? Está em ordem? Ou em desordem?

• A Bíblia conta a história de um rei chamado Ezequias. Houve um certo momento na vida daquele rei, que Deus disse assim para ele: Põe em ordem a tua casa. 2 Rs 20.1

• Será que esta palavra serviu somente para Ezequias naquele tempo? Certamente esta palavra é para hoje também.

• Vejamos algumas áreas que precisamos deixar Deus tratar para a felicidade de nossos lares.

PARA POR EM ORDEM A SUA CASA...

PURIFIQUE O SEU AMBIENTE

Não levem coisa alguma que seja detestável para dentro de casa. Dt 7.26

Ai daquele que amontoa bens roubados e enriquece mediante extorsão! Hc 2.6

• Muitas vezes nós mesmos, por falta de atenção a esta instrução, não só deixamos de receber as bênçãos de Deus sobre nossas casas, como abrimos portas para ação de demônios em nosso lar, dando-lhes direito legal para trazer toda sorte de maldição ou perturbação.

• Diante de uma instrução clara como essa, cabe uma reflexão séria sobre os objetos que temos dentro de nossas casas. Você já parou para pensar nisso? Nada detestável, nada que seja adquirido por meios ilícitos deve ser levado para dentro de nossa casa. Faça uma avaliação das coisas que você abriga dentro de sua casa.

DIGA NÃO À IMORALIDADE

• A família está perdendo os seus referenciais.

A Bíblia diz:
O corpo, porém, não é para a imoralidade, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo. 1 Co 6.13

Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual como também de nenhuma espécie de impureza e de cobiça; pois essas coisas não são próprias para os santos. Ef. 5.3 / Cl 3. 5,7-8

REJEITE AS MÁS INFLUÊNCIAS

• O que ou quem está entrando em nossa casa que está mexendo com os valores, as crenças, as opiniões, as atitudes das pessoas de nossa família?

Não se deixem enganar: "As más companhias corrompem os bons costumes". 1 Co 15.33

Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Sl 1.1

RESTAURE OS RELACIONAMENTOS

Como estão os relacionamentos na família? Responda sim ou não para si mesmo: Há boa comunicação entre as pessoas de sua casa (paiXmãe, paiXfilho(a), mãeXfilho(a), irmãoXirmão)? O diálogo é algo natural em casa? As pessoas da casa se falam, se entendem, se respeitam, olham nos olhos uma das outras? As pessoas da sua casa gostam de estar juntas, brincam juntas, riem juntas, fazem refeições juntas, passeiam juntas, se sentem bem e acolhidas em casa ? Há expressões de afeto nos gestos e nas palavras?

• A Bíblia menciona a história de um pai que foi um homem muito ocupado, dava atenção para todas as pessoas, era um sacerdote, mas dentro de casa faltava atenção e não conseguiu ser sacerdote para os próprios filhos.

“...Eu lhe disse que julgaria sua família para sempre, por causa do pecado dos seus filhos, do qual ele tinha consciência; seus filhos se fizeram desprezíveis, e ele não os puniu” 1 Samuel 3.13

• Deus fez o lar para ser um lugar de relacionamentos intensos entre as pessoas e também com Deus.

• Os problemas de relacionamentos entre as pessoas da casa revelam a necessidade de buscar um relacionamento íntimo e verdadeiro com Deus.

• A maior tragédia da humanidade é a falta de relacionamento sadio com Deus e com as pessoas. Mas nessa conferência Deus está nos curando. Ele está salvando vidas aqui. Deixe Deus colocar ordem em sua vida e em sua casa.

CONCLUSÃO

Deus, no passado, instruiu o rei Ezequias a pôr a sua casa em ordem. A palavra de Deus é viva e atual. Ele também está dizendo isso para nós hoje: PÕE A TUA CASA EM ORDEM.

Deus quer curar nossas famílias, mas há coisas que jamais acontecerão em nossas casas se nós não tomarmos a iniciativa. E nós vimos hoje que há certas coisas que Deus não fará por nós como: purificar nossa casa de objetos detestáveis, rejeitar a imoralidade e as más influências, e restaurar as relações promovendo um clima de afeto e amor dentro de casa.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Série: Conselhos de Deus em tempos de Adversidade (2)


QUAIS OS CONSELHOS DE DEUS EM TEMPOS DE AFLIÇÃO?

• Deus se compadeceu do povo que estava aflito e desceu pra livrá-lo:

“Disse o Senhor: "De fato tenho visto a opressão sobre o meu povo no Egito, e também tenho escutado o seu clamor, por causa dos seus feitores, e sei quanto eles estão sofrendo. Por isso desci para livrá-lo das mãos dos egípcios e tirá-los daqui para uma terra boa e vasta, onde manam leite e mel...” Exodo 3.7-9

• Mas o povo não experimentou o livramento do Deus por causa da sua INCREDULIDADE.

“Mas com quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura com os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes? E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade.” Hebreus 3.17-19

• Por dolorosas que possam ser, Deus usa as aflições para alcançar os Seus propósitos em nossas vidas. Davi escreveu:

“Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”. Salmo 34.19
OS CONSELHOS DE DEUS PARA A NOSSA VIDA PARTEM DE UMA MESMA PALAVRA - CREIA

Creia que o Senhor está te olhando:

• “Exultarei com grande alegria por teu amor, pois viste a minha aflição e conheceste a angústia da minha alma.” Salmos 31:7

Creia que o Senhor está ouvindo o seu grito:

• Na minha aflição clamei ao Senhor; gritei por socorro ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; meu grito chegou à sua presença, aos seus ouvidos.” Salmos 18:6

• Pois não menosprezou nem repudiou o sofrimento do aflito; não escondeu dele o rosto, mas ouviu o seu grito de socorro.” Salmos 22:24

• “Disse-lhe ainda o Anjo do Senhor: "Você está grávida e terá um filho, e lhe dará o nome de Ismael, porque o Senhor a ouviu em seu sofrimento.” Gênesis 16:11

• Salmo 40

Creia que Deus irá transformar a sua realidade:

• “Ao segundo filho chamou Efraim, dizendo: "Deus me fez prosperar na terra onde tenho sofrido". Gênesis 41.52

Creia que Deus fala por meio da aflição:

• Mas aos que sofrem ele os livra em meio ao sofrimento; em sua aflição ele lhes fala.” Jó 36:15

Creia que a PROMESSA de Deus é a nossa garantia de vida:

• Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida.” Salmos 119:50

Creia que as aflições nos permitem voltar a Deus e reconhecermos os nossos descaminhos:

• Olha para a minha tribulação e o meu sofrimento, e perdoa todos os meus pecados.” Salmos 25:18

• Deus permite a aflição afim de nos ensinar. Isso lembra a história de um pai que sempre que precisava corregir o seu filho, conversava com ele antes e lhe dizia: “Filho, saiba que isto dói mais em mim que em você”.

• O cuidado de Deus nunca vem para nos castigar e sim para nos corrigir.

• Render-se a Deus é o caminho mais fácil pra vencer a aflição: “O que tu queres Senhor com isso tudo que está permitindo acontecer?

Creia que nenhuma aflição é maior que a glória que nos será revelada:

• “Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.” 2 Coríntios 4:17

Creia que as aflições nos levam ao conhecimento de Deus e do seu agir:

• “Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram.” Jó 42.5

Creia que estamos seguros em Jesus e podemos ter paz:

• Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. João 16:33

• E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Filipenses 4:7

Creia que a nossa vitória sobre a aflição é a nossa fé:

• “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” I João 5:4

Concluindo:

• Algumas pessoas muito simples e humildes são exemplos de fé. Não encontramos em livro nenhum respostas para questões do sofrimento de pessoas que buscar viver uma de fidelidade e fé diante de Deus. Só conseguimos extrair fé convivendo com estas pessoas, que mesmo diante de tantos reveses, continuam com doçura nos lábios, amando a Deus e testemunhando uma alegria inexpricável e contagiante. Pessoas que o mundo não é digno, como está escrito em Hebreus 11.

• O apóstolo Paulo chama de leve e momentâneo as aflição da nossa vida, em comparação com o que haveremos e experimentar eternamente em Deus: “Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.” 2 Coríntios 4:17

Pastor Mauricio Baniski (ministrada 11.5)

quarta-feira, 11 de maio de 2011

A oportunidade da sorte


Ontem, conversando com um irmão muito querido que falava um pouco de sua trajetória, das dificuldades que enfrentou e de como as coisas aconteceram em sua vida dando uma reviravolta e tornando-o muito próspero, ele disse uma frase que valeu a manhã: "no dia em que a sorte bateu na minha porta, eu estava trabalhando". Interessante pensar na sorte como um oportunidade que encontra a gente algum dia, em algum lugar, fazendo alguma coisa. No caso da pessoa que compartilhava comigo, estava travabalhando, lutando e crendo que a qualquer momento iria acontecer e aconteceu.

Fico imaginando se tivesse desistido, se acostumado a mediucridade e vivendo de lamentos e murmuração. Provavelmente estaria ainda hoje mergulhado em suas mágoas e sentimento de coitado, com pena de si mesmo. Graças a Deus que teve a coragem de ficar em pé, acreditar na vida, esperar a sua hora chegar. Isso fez toda a diferença. alguém disse algo certa vez que guardo comigo: "Se você se acha um derrotado e infeliz e que na da vai dar certo na sua vida, você está certo. Se você acredita na sua vitória, que seu dia vai chegar e que será muito mais feliz, você também está certo". Somos e seremos o que acreditamos que somos e, isso não é positivismo apenas, mas principalmente a mola que impulsionará nossas atitudes que farão toda a diferença.

Aprendi ontem que devo estar lutando, trabalhando e aprendendo. Aproveitando o tempo e as oportunidades, devo estar sempre preparado, porque a qualquer momento a oportunidade bate a minha porta e devo que aproveita-la, porque via de regra, ela não costuma passar muitas vezes no mesmo lugar.

Irmãos, com trabalho, empenho em aprender e melhorar, caráter e principalmente a fé e a obediência a Jesus Cristo, seremos surpreendidos com as superabundantes bênçãos de Deus.

Fique firme porque a sua hora vai chegar.

Deus te abençoe neste dia

Pastor Mauricio baniski

terça-feira, 10 de maio de 2011

Temperado - Na medida certa


Como é agradável estar perto de uma pessoa temperada, que tem a medida certa nas palavras e atitudes. Sei que é muito difícil encontrar alguém assim nestes dias, afinal de contas, estamos sempre correndo e preocupados com tantas coisas, bombardeados por informações, amargurados, tristes, ameaçados, lutando e carregando o fardo nosso de cada dia. Por isso, se não estamos atentos, naturalmente, nossas palavras se tornam ríspidas e grosseiras, verdadeiras armas lançadas contra quem está à nossa frente, mesmo que sejam as pessoas da nossa vida. Nossas verdades, ao invés de serem instrumentos de cura, de libertação, de paz de vida, se tornam ferramentas de enfermidades na alma, meios de escravidão, armas de guerras e morte. Matamos os sonhos, destruímos relacionamentos, acabamos com o encanto e o prazer das pessoas em conviverem conosco.

Para algumas pessoas, os pessímistas, esse caminho não tem mais volta, o mundo é assim mesmo e vai ficar cada vez pior. Para outros, os que apenas sonham, um dia vai mudar, alguma coisa vai acontecer e as pessoas serão mais temperadas. Porém, para outros, os realistas, sonhadores e conquistadores, eles sabem das dificuldades, compreendem a necessidade da mudança e da luta, fazem as mudanças necessárias e transformam-se em verdadeiros lutadores por um ambiente mais saudável, pacifico, libertador e vivificante. Estes, entendem que as mudanças devem acontecer a partir de sua própria vida e inspirar os demais. Entendem que uma grande caminhada começa com o primeiro passo e, se concretiza, conquistando um passo de cada vez.

Creio que nós, cristãos, fomos chamados por nosso Senhor, Salvador e Mestre Jesus Cristo, para que sejamos temperados, falando na medida, no tempo, no conteúdo e no volume e no tempo certos. Jesus vai nos ajudar, mas precisamos nos dispor, exercitar, praticar, até sejamos hábeis nesse quesito.

Ser temperado - Fala na medida certa - é um trunfo espetacular para ser admirado e respeitado, para progredir e crescer na vida. O sábio domina sua própria língua, pois se não consegue dominar este orgão tão pequeno, como vai fazer com as outras coisas (Tiago 3).

Deus abençoe e exercite-se

Seja temperado(a).

Deus abençoe nesta semana

Pastor Mauricio Baniski

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Mudança Pela Renovação da Mente


Quase todos nós temos algo que gostaríamos de mudar em nós mesmos, no nosso trabalho, nos relacionamentos ou nas ações e hábitos diários. Para mudar nossa vida, entretanto, é preciso mudar primeiro a forma como pensamos. Por trás de tudo quanto fazemos está um pensamento. Todo comportamento é motivado por uma crença. E cada ação é induzida por uma atitude.

Ouvindo os gurus dos tempos modernos falam sobre isso pode parecer que se trata de uma descoberta surpreendente. Mas Deus revelou essa verdade milhares de anos antes que psicólogos a compreendessem: “Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos” (Provérbios 4.23).

Para ilustrar, imagine-se num lago navegando em uma lancha, cujo piloto automático o está levando para leste. E você decidiu reverter o curso e rumar para oeste. Haverá duas maneiras possíveis para fazer isso. Uma, agarrando o leme e fisicamente forçar a lancha a ir em direção oposta; usando força você poderia superar o piloto automático, apesar de contínua resistência. Seus braços ficarão cansados e acabarão tendo que soltar o leme e a lancha voltaria instantaneamente para leste. A mudança será apenas temporária. Ao deixar de forçar a mudança, tudo voltará ao que era antes.

É o que acontece quando tentamos mudar nossa vida pela força da vontade. Dizemos a nós mesmos: “Vou me obrigar a... comer menos; parar de fumar; deixar de ser desorganizado; de me atrasar; não responder irritadamente quando estou sob pressão”... Força de vontade produz mudanças de curta duração e cria estresse interno constante, porque não lidamos com a raiz das causas daquilo que pretendemos mudar. Fazer mudanças não parece ser natural, exigindo muito esforço e força de vontade. E assim, desistimos e deixamos prá lá a dieta, acendemos outro cigarro, chegamos atrasados para reunião importante e reagimos com irritabilidade despropositada.

Mas existe maneira melhor e mais fácil: mudar o “piloto automático” – nossa maneira de pensar. Ou, como a Bíblia diz, nos dispondo a permitir que Deus a mude. “Deixe que Deus o transforme numa nova pessoa mudando a maneira como você pensa...” (Romanos 12.2 – tradução livre).

Mudanças devem começar na mente. A maneira como pensamos determina como nos sentimos e isso influencia nossas ações, o que significa que “é preciso haver uma renovação espiritual de nossos pensamentos e atitudes” (Efésios 4.23-tradução livre).

Ter a mente de Cristo. A Bíblia ensina a ter “a mente de Jesus Cristo” e chama essa mudança mental de “arrependimento”. A palavra no original grego (metanuo) significa literalmente “mudança de mente e de direção” (Marcos 1.17).

Mude o modo de pensar. Mude sua maneira de pensar sobre Deus, sobre você mesmo, sobre o pecado, sobre outras pessoas, a vida, seu futuro. Tudo enfim. Adote a perspectiva de Cristo a respeito da vida, seguindo-O!

Por Rick Warren
www.cbmc.org.br

domingo, 8 de maio de 2011

Série: FAMÍLIA - na Agenda de Deus (1)


Recuperando os valores perdidos na Família

“Ou qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrem-se comigo pois encontrei minha moeda perdida’. Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende”. Lucas 15:8-10

Dracma era uma moeda. A mulher da estória contada por Jesus tinha dez dracmas e perdendo uma dentro de sua própria casa sai a procura até encontrar.

Os maiores tesouros que temos estão dentro de casa.

Esse episódio acontece exatamente no contexto de um lar, essa mulher perdeu um valor dentro de sua casa.

A perda de um só valor (princípio) na família causa um grande prejuízo.

Cada perda que essa instituição tem sofrido ao longo dos anos, tem feito com que muitos a olhem com depreciação.

Cada perda de valores tem causado grandes prejuízos a sociedade.

Muitos jovens já não sonham em constituir uma família, e muitos casais que vivem maritalmente não desejam oficializar a união conforme os moldes de Deus, por causa das decepções, e por falta de referencias que lhes levem a crer que é possível ter um casamento e uma família felizes e duradouros.

Aquele valor foi perdido dentro de casa

QUAIS OS VALORES QUE ESTÃO PERDIDOS DENTRO DA SUA CASA?
Dentre aqueles que você pode destacar nesta noite, destacaremos algumas:

1. CULTIVO DA ESPIRITUALIDADE

Preciso desenvolver o respeito e zelo pelo sagrado. Pelas coisas de Deus e da casa de Deus.

Os homens precisam assumir a sua posição dentro de casa de ser luz e de iluminar o coração da esposa e dos filhos com a Palavra de Deus.

Esposas precisam resplandecer a luz de Cristo

Filhos precisam resplandecer a luz de Cristo

Na casa todos são responsáveis pelo cultivo da espiritualidade

A família precisa ler a Bíblia juntos (marido e esposa, pais e filhos)

A família precisa orar juntos

Participar da Igreja. Levar a Igreja a sério.

1 Jo. 1:7 diz: “Se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros...”. Todos os membros da Família devem desenvolver a comunhão e uma relação de companheirismo uns com os outros, isso gera um relacionamento honesto, transparente, e traz refrigério.

2. A PRÁTICA DA CONVIVÊNCIA (COMUNHÃO)

Nada tem sentido se as pessoas da nossa vida não estiverem juntas conosco.

É uma pena que na vida, em grande parte das vezes, só reconhecemos o real valor das pessoas quando não estão mais com a gente.

CONVIVÊNCIA É UMA NECESSIDADE NATURAL - Em Gn. 2:18 encontramos o Senhor fazendo a seguinte declaração : “Não é bom que o homem esteja só”.

Imagine Adão andando pelo paraíso, via que tudo tinha o seu par, mas ele sentia a falta de uma companheira pra conviver, a necessidade de uma família.

INVESTIMENTO NO “ESTAR JUNTOS” – Aqui muito mais que quantidade, precisamos ter qualidade nos momentos em que estamos juntos.

DIÁLOGO – Amós 3.3 “Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?”. Fala alternada entre duas ou mais pessoas, conversação. Troca de idéias, opiniões, etc. para tanto nos deu a capacidade de nos comunicar e expressar amor nos nossos relacionamentos e isso também se dá através do diálogo. A falta do mesmo na família dá lugar ao isolamento, cada um vai para o seu canto, se fecha em um mundo diferente, embora vivam debaixo do mesmo teto, são como estranhos e ninguém abre o coração para o outro.

COMPANHEIRISMO – “É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade.” Eclesiastes 4.9-12

É melhor ter um companheiro para que possam: partilhar a vida; levantar um ao outro na hora difícil; ajudar um ao outro (aquecer, incentivar) na adversidade; auxiliar nas batalhas e a permanecer firmes nas dificuldades;

GENTILEZA - Os pais as vezes querem que os filhos tenham uma maneira respeitosa e educada de agir com o outros, mas isso nào acontece no relacionamneto conjugal, na vida com os filhos. Marido e esposa, pais e filhos, irmãos e irmãs devem sempre tratar um ao outro com gentileza.

Deus adverte aos filhos a honra aos pais: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá.” Êxodo 20.12

Homem e mulher, filhos com pais, as vezes são tão gentis e educados fora de casa com os outros, mas dentro de casa é uma grosseria só.

At 2. 46 – “E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração”

3. O QUE VOCÊ TEM FEITO OU ESTÁ DISPOSTO A FAZER PARA ENCONTRAR OS VALORES QUE FORAM PERDIDOS?
Olhe o que aquela mulher fez...

1. A mulher não se conformou com a perda – A mulher poderia ter se conformado com a perda da moeda. Afinal, ela ainda tinha nove delas guardadas em segurança. Mas, essa mulher não aceitou passivamente a perda. Ela não se conformou com a derrota. Ela não desistiu de recuperar a moeda perdida. Muitas vezes, nós somos descuidados em guardar os tesouros que temos e quando os perdemos somos vagarosos e até desanimados para procurar o que se perdeu. Conformamo-nos facilmente com a derrota como o sacerdote Eli. Preferimos desistir do casamento, dos relacionamentos, do que lutar para recuparar o que se perdeu.

2. A mulher acendeu a candeia para procurar o que havia perdido – As casas na Palestina não possuíam janelas. Eram ambientes escuros e ensombreados. Era impossível procurar algo perdido sem acender a candeia. Se queremos reencontrar o que perdemos dentro da nossa casa, precisamos de igual forma acender a candeia. A candeia é um símbolo da Palavra de Deus. Precisamos iluminar nossas mentes, nossos corações e nossos relacionamentos pela luz da Palavra se de fato queremos encontrar esses tesouros perdidos dentro da nossa casa.

3. A mulher varreu a casa para procurar o que se havia perdido - A mulher teve coragem de mexer e remover do lugar muita coisa. Ela teve iniciativa e esforço. Ela enfrentou o desconforto da desinstalação. Ela levantou muita poeira ao varrer cada canto da casa à procura do seu tesouro perdido. Se queremos a restituição desses tesouros perdidos dentro da nossa casa, precisamos de igual forma procurá-los diligentemente. Não podemos ser omissos nem acomodados. Não podemos ter medo de mexer em algumas coisas já sedimentadas. Não podemos ter medo de desconforto. Há muitos indivíduos que estoicamente desistem de procurar o que se perdeu em sua vida, em seu casamento, em sua família. Preferem encontrar justificativas para as perdas a investir tempo na busca do que se perdeu. Não devemos desistir jamais, pois o desconforto da busca não deve nos privar da alegria do encontro.

PROCUROU COM EMPENHO – DILIGENTEMENTE - METICULOSIDADE.

PROCUROU COM PERSEVERANÇA - ATÉ ENCONTRAR – NAUM DESISTIU NAUM JOGOU A TOALHA.

4. A mulher comemorou com grande alegria o encontro daquilo que estava perdido - A mulher perdeu a moeda no recesso do lar, sob as sombras do anonimato, mas ela celebrou o encontro da dracma publicamente sob os auspícios da luz. Nossas conquistas e bênçãos devem ser conhecidas e proclamadas. As outras pessoas devem conhecer nossas vitórias e participar das nossas alegrias. Há festa no céu quando um pecador se arrepende e quando o perdido é encontrado; também há alegria diante dos homens quando os tesouros que perdemos dentro da nossa casa são encontrados. É tempo de acendermos a candeia e pegarmos a vassoura. É tempo de procurarmos diligentemente aquilo que perdemos. É tempo de celebrarmos com os nossos irmãos as vitórias que vêm de Deus e a restituição das bênçãos de outrora!

Ministrada pelo Pastor Mauricio no dia 08/05

sábado, 7 de maio de 2011

Demonstre amor em casa


Através de Romanos 12.9-21, recebemos algumas dicas de atitudes que devemos ter para que o nosso lar seja um lugar abençoado e próspero no amor...

1.Demonstre o amor apegando-se dia a dia ao que é bom. (v.9);

2.Demonstre amor dedicando-se ao próximo e dando-lhe honra mais do que a si mesmo (v.10);

3.Demonstre amor com dedicação ardente em tudo o que fizer. Sirva ao Senhor assim (v.11);

4.Demonstre amor alegrando-se na esperança, sendo paciência nos momentos difíceis através da oração perseverante (v.12);

5.Demonstre amor através da pratica da generosidade sendo sempre hospitaleiro (v.13);

6.Demonstre amor respondendo e abençoando quem não merece ser abençoado - dexe vazar graça do seu coração (v.14);

7.Demonstre amor sendo sensível ao momento "emocional" do próximo. Alegre-se com o que se alegre e chore com o que chora (v.15). A família é um lugar onde se experimenta momento de tristezas e de alegrias;

8.Demonstre amor com atitudes que revelem humildade (v.16). Comunhão com os de posição inferior e nunca ser sábio aos próprios olhos;

9.Demonstre amor retribuindo o mal com o bem (v.17a);

10.Demonstre amor procurando fazer sempre o que correto e bom aos olhos de todos (v.17b);

11.Demonstre amor fazendo o possível para viver em paz com todos (v.18);

12.Demonstre amor rejeitando sempre qualquer sentimento de vingança, seu compromisso é com o bem (v.19);

13.Demonstre amor colocando brasas vivas na consciência dos seus inimigos. Responda com bondade toda a maldade que eles fazem (v.20);

14.Demonstre amor sendo um guerreiro que sempre usará as armas do bem para que o mal seja vencido (v.21).

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Sabe Mãe...


Sabe mãe...
Tem um aperto no meu peito
É a saudade que rasga a minha alma
Do teu sorriso puro e do teu amor tão doce
Que enchem a minha lembrança
De repente, a minha visão ficou turva
Meus olhos estão molhados
Como os seus, tantas vezes ficaram por mim
Apenas uma foto é o que tenho
E a louca vontade de te abraçar
Vontade de dizer todas as palavras que ficaram no ar
Todas aquelas que minha insensibilidade calou
Aquelas todas que não tive o capricho a tempo de lhe dizer

Sabe mãe...
Se pudesse te dar um presente
Seria aquele sorriso te completava em meus lábios
O reconhecimento do teu jeito tão gostoso de me amar
E, um longo abraço que não teria mais fim
Por tudo aquilo que negou em você por me amar tanto assim
Seria um beijo carinhoso e o olhar apaixonado
De um filho que jamais te queria tão longe assim
Apenas três palavras e tudo eu ia lhe dizer...
Eu te amo!

Sabe mãe...
Eu descobri que...
Nenhuma coberta tem o seu calor
Nenhuma moeda tem o seu valor
Nenhuma companhia substitui o seu grande amor
Nenhuma palavra é tão perfeita quanto o seu nome
E, nenhuma beleza tem a sua cor
O teu perfume eu não encontro em nenhuma flor
É uma pena, acordar tão longe assim
Pois nada e, ninguém, pode substituir
A dona do amor que ainda hoje me perdoa
Você, minha doce e querida mãe.

Mauricio Baniski

Mãe


Teu amor não tem nome
e seu abraço não tem tamanho
as marcas do tempo
recordam a vida
que me deu
seus olhos trazem as cenas
que o tempo não apaga
a preocupação comigo que não chegava
a dor da saudade
o sorriso gratuito
o silêncio diante das minhas ofensas
sempre fostes mãe
e eu tento ser filho
sempre fostes amor
eu tento aprender a amar
não esperava nada em troca
do amor que me doava
seu amor e lágrimas
foram sempre silenciosas
amor de mãe não tem tamanho
pois pertence a um lugar
que não tem dimensões geográficos
amor de mãe nasce num território
chamado coração
cresce na casa chamada vida
e se despede na saudade
que nunca nos deixa
mas que sempre permanece
mãe não morre
pois seu nome é amor
e amor é eterno
tão eterno como o dom
de ser mãe

Texto do meu amigo...
Flávio Sobreiro

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Série: Conselhos de Deus em Tempos de Adversidade (1)


“Nunca pára a agitação dentro de mim; dias de sofrimento me confrontam.” Jó 30:27

Assim, são os tempos de adversidade. Períodos de problemas e pressões que nos inquietam. Agitação, sofrimento e confrontos.

Um dia, está tudo bem e, de repente, parece que os ventos mudam e uma grande tempestade se forma sobre a nossa cabeça. O tempo passa e o temporal só aumenta. Nossa vida sacode e pensamos que vamos afundar.

Lembro de Jesus com os discípulos naquele barco (Lucas 4.35-41), depois de um dia de muito trabalho o Senhor orientou seus discípulos de como deveriam seguir e foi descansar; um longo temporal se levantou e sacudia o barco, os discípulos tentavam de todas as formas não naufragar, mas tudo parecia em vão. Aflitos, foram então ao encontro de Jesus que descansava. Há no texto, a seguir, algumas questões que valem nossa reflexão:

• Pergunta dos servos pro Senhor – O Senhor não se importa que pereçamos?

• Perguntas do Senhor para os servos – Jesus levanta-se, acalma a tempestade e responde com duas outras questões: Porque é que sois assim tímidos? Como é que não tendes fé? Jesus estava questionando até que ponto confiavam nEle.

• Pergunta dos servos para os servos – Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem? Ficaram impressionados com o poder de Jesus.

Nós, muitas vezes, agimos como os discípulos. Diante de duras situações que surgem, ficamos desesperados e murmuramos. Quando Jesus faz o milagre ficamos impressionados. Bom seria que mantivessemos a fé em Jesus e confiassemos que Ele jamais nos deixará na mão.

E, se somos de Deus devemos viver confiantes, porque em toda a nossa existência iremos nos deparar com tempos de adversidade. E, só existe uma maneira de não enfrentá-la, mas eu creio que ninguém aqui deseja estar morto.

COMO SURGE A ADVERSIDADE?

• Como conseqüência de vivermos em um mundo que foi corrompido pelo mal, gerado pela desobediência e afastamento de Deus. Na medida que nos voltamos para Deus por meio de sua graça (o sacrifício de Jesus), vamos sendo curados, restaurados, vivificados e nossos caminhos vão se tornando prósperos e abundantes, porém só seremos plenos de felicidade, alegria e paz quando estivermos na glória eterna.

• Como conseqüência das escolhas de pessoas que fazem parte do nosso contexto; Pais, irmãos, governos, amigos, contexto social... Somos afetados pelas boas e más escolhas daqueles que conosco dividem a nossa caminhada da vida.

• Como conseqüência de nossas escolhas; Toda ação que geramos gera uma reação. Muitos dos sofrimentos da vida podem ser poupados por uma escolha sábia.

o Quando escolhemos o mal acabamos sofrendo e fazendo os outros sofrerem: “Cuidado! Não se volte para a iniqüidade, que você parece preferir à aflição.” Jó 36:21

o Quando escolhemos fazer o bem é possível que, algumas vezes, também soframos: “Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas se vocês suportam o sofrimento por terem feito o bem, isso é louvável diante de Deus. Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos."Ele não cometeu pecado algum, e nenhum engano foi encontrado em sua boca". Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça.” I pedro 2.20-23

QUAL A NOSSA SITUAÇÃO A RESPEITO DAS ADVERSIDADES?

o Ou você está enfrentando uma;
o Ou você está acabando de sair de uma;
o Ou você está a caminho de uma;

NOSSA VIDA É COMO AS ESTAÇÕES DE UM ANO

• Todas as estações tem a sua importância no contexto da vida, da continuidade, da produtividade. Assim como na natureza a vida também tem seu ciclos. Precisamos aprender a respeitar os ciclos da nossa vida e entender que todos eles são importantes e podemos amadurecer e crescer com cada um...

o Primavera (primeiro verão) – Tempo de renascer – florescer – O perfume da novidade, a beleza das flores, a esperança de um novo tempo. Na vida esse é o tempo que em estamos cheios de sonhos, de planos, animados e inspirando as pessoas com nossa força de vontade, nossa determinação, nossa vontade de vencer.

o Verão (Veranus - Tempo da frutificação) – Tempo de colher – (férias – alegria – diversão). Mas precisa de cuidados. Na vida esse é o tempo em que curtimos, vivemos, compartilhamos as vitórias, celebramos, descansamos, usufluimos dos resultados da nossa vida.

o Outono (Tempus Autumnus que significa: Tempo do ocaso) – Tempo de reflexão – purificação – limpeza. Na vida é o tempo de uma profunda reflexão, de rever as atitudes, de olhar pra dentro de si.

o Inverno (Tempus Hibernus) – ausência de fertilidade - superação – experiência – ficar firmes. Na vida esse tempo é onde acontecem as adversidades, os resultados não vem, as perdas acontecem, a vida parece que estaciona e os problemas sufocam. É aqui que desenvolvemos a paciência, perseverança e aonde acontece a experiência.


• Qual é a melhor estação? A certa pra este tempo... Tem muita gente que quer pular as estações da vida. Vivê-las é importante e nos dá a capacidade de um crescimento integral.

• As estações acontecem naturalmente, mas nós podemos influenciá-las, prá melhor ou prá pior. Assim como tem acontecido com o planeta, as dificuldades que temos tido, por conta dos desmandos da humanidade, assim, também, na nossa vida podemos desequilibrar as nossas estações, trazendo sérios prejuízos para a existência.

QUAL A FINALIDADE DAS ADVERSIDADES?

Gosto desse texto que explica o lugar das adversidades na vida de quem crê em Jesus Cristo como Senhor e Salvador: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência e, a paciência a experiência e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” Romanos 5.1-5

• Deus nos molda na Aflição: O vaso que precisa ser quebrado para ser refeito; A poda que a árvore precisa para frutificar; o trabalho que precisa ser feito para talhar a madeira, A pedra que vai ser esculpida, o diamante que precisa ser lapidado para se descobrir o seu valor, o ouro que precisa ser refinando para tornar-se puro: “Veja, eu refinei você, embora não como prata; eu o provei na fornalha da aflição.” Isaías 48:10

NA OFICINA DE DEUS:

o Há um material importante e muito precioso – que é você

o Há um instrumento que Deus usa – entre outros está a adversidade, e com certeza, quando entendido e aceito para o seu crescimento, é um dos que produzem os melhores resultados

o Há um profissional – Deus - O teu criador é também o restaurador da obra

o Há um tempo – não temos controle sobre ele

o Há um propósito – Uma finalidade divina em todo o sofrimento. Nada é em vão na sua vida. Bom é quando aprendemos a lição. Sei que não é Deus que faz o mal, mas ele usa estas circunstâncias desastrosas da vida para nos refinar, putificar, podar...

Deus não causa o sofrimento, a dor e a morte. Estes são exatamente a ausência dEle.

Quando chegarmos na eternidade teremos a presença plena de Deus por isso não existirá mais estas coisas: “E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”. Ap. 21.3,4

Então porque estamos sofrendo se já somos cristãos e temos a promessa de Deus?

Estamos aqui porque o nosso tempo na terra ainda não acabou e precisamos continuar anunciando e oferecendo o antídoto de Deus contra o mal a todas as pessoas. Outros precisam ouvir e é através da nossa fé que muitos se voltarão para Deus e serão salvos.

A Bíblia nos diz: “Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entromete em negócios alheios; Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.” I Pedro 4.15,16

Boa Semana pra você

Pastor mauricio Baniski
Esta é a primeira ministração da Série: Conselhos de Deus em tempos de Adversidade

terça-feira, 3 de maio de 2011

Assembléia na Carpintaria


Contam que em uma carpintaria houve certa vez, uma estranha assembléia. Foi uma reunião de ferramentas para acertar as diferenças.

O martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar porque fazia demasiado barulho e, além do mais, passava o tempo todo golpeando.

O martelo aceitou a culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso que, segundo ele, dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas, por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos.

A lixa acatou, com a condição que se expulsassem o metro que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito.

Nesse momento, entrou o carpinteiro, juntou o material e começou o trabalho. Utilizou o martelo, o parafuso, a lixa, o metro e o serrote. Finalmente, a madeira rústica se converteu em um fino móvel.

Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão. O serrote tomou a palavra: “Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com as nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos e concentremo-nos em nossos pontos fortes”.

Todos entenderam então que, o martelo era forte, o parafuso unia, a lixa era especial para limar e afinar as asperezas e o metro era preciso e exato. Sentiram-se, então, como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade, e passaram a trabalhar em grupo com alegria.

Autor Desconhecido.

Canal 23


Se você gosta de televisão, tendo ou não um televisor, aqui está uma nova versão do Salmo 23 dos telespectadores.

O Salmo 23 passa a ser o canal 23, com a seguinte paráfrase dos seus versículos:

1. O televisor é o meu pastor; meu crescimento espiritual faltará.

2. Ele faz-me deitar nos pastos mundanos para levantar-me vazio das coisas de Deus. Ele toma o tempo que eu devia dar a Deus. Faz-me abandonar meus deveres cristãos, porque preciso assistir meus programas prediletos.

3. Ele renova meu conhecimento sobre as coisas do mundo e não me deixa estudar a Palavra de Deus.

4. Mesmo estando para morrer, continuarei assistindo ao televisor, enquanto ele funcionar, porque ele é o meu mais achegado companheiro; suas músicas e imagens me confortam.

5. Ele me oferece muita distração, trazendo o mundo para dentro de casa a fim de orientar minha família. Ele enche minha cabeça de suas coisas, de modo que meu cálice transborda e estou sempre a falar dos seus programas. Falo tanto, que a Palavra de Deus não tem mais lugar na minha vida, família e casa.

6. Assim sendo, certamente o mau e a miséria me seguirão todos os dias da minha vida, porque o meu televisor me faz contrariar a vontade de Deus.

Extraído da Apostila “O Lar Cristão” do Pr. Jaime Kemp.

Dez mandamentos para os pensadores de possibilidades


1. Jamais rejeite uma idéia por “ser impossível”;

2. Jamais bloqueie um pensamento útil por trazer problemas, nem espere para começar até que encontre solução para cada problema;

3. Não se oponha a uma possibilidade por nunca tê-la experimentado e não poder imaginar como levá-la a cabo.
4. Jamais obstrua um plano por conter riscos de fracasso.

5. Jamais coopere para a derrota de uma sugestão potencialmente boa por ver que alguns aspectos dela não são bons (Não jogar fora o bêbe com a água do banho);

6. Jamais sufoque uma idéia criadora por ninguém ainda ter conseguido aperfeiçoá-la;

7. Jamais declare que qualquer conceito construtivo seja impossível por lhe faltar tempo, dinheiro, cérebro, energia, talento ou capacidade para explorá-lo (Poder mental, poder financeiro, força e energia são abundantes no mundo e gravitam como o pó de ferro se ajunta ao redor do ímã, em torno das pessoas que têm grandes idéias e que pensam grande);

8. Jamais rejeite um plano ou um projeto simplesmente por ele ser imperfeito;

9. Jamais resista a uma proposta por não ter sido de sua criação, ou porque não receberá o crédito, não terá benefícios pessoais dela, ou pode ser que não viva para vê-la e dela desfrutar.

10. Jamais desista por ter chegado ao fim do caminho. Procure outra estrada e siga adiante.

“Ao enfrentar uma montanha não desistirei. Continuarei lutando até que possa passar por cima dela, encontrar um caminho através dela, um túnel por baixo dela, ou simplesmente permanecer onde estou e transformar a montanha numa mina de ouro! Com a ajuda de Deus!” (Credo dos Pensadores de Possibilidades).

Textos extraídos do livro: “Você pode ser quem deseja” – Robert Schüller – Ed. Vida

Uma carta aos casais


Que a graça e a paz que temos em Jesus Cristo sejam com cada um de vocês que fazem parte deste grande projeto de Deus que é a Família. Oro a Deus para que vocês continuem crescendo até o pleno conhecimento da vontade de Deus para a vida, o casamento e a casa de vocês. Sabendo que, Aquele que começou uma boa obra na vida de vocês é fiel para completá-la (Fil. 1.6).

Deus é o Criador e o Mantenedor principal da família. É através dEle que a família é construída e por meio dEle que é mantida. Deus também é o Restaurador e o Reconstrutor da família. Quando temos algo de muito valor que se quebrou e precisa ser consertado, procuramos primeiro encontrar quem o fez para que venha e conserte, pois ninguém conhece tanto algo como aquele que o criou. Assim também acontece com o casamento e a família. Devemos ir a Deus sempre que desejarmos ser restaurados ou refeitos.

O casamento é onde a família começa. Homem e mulher escolhem-se e unem-se atraídos por um desejo de viverem juntos. Há ali, uma promessa sincera de cultivar e manter esse relacionamento com respeito, cordialidade, carinho, doação, entrega, fidelidade, singeleza e amor. É assim que sinceramente desejamos viver nosso casamento e, esta é a promessa que fazemos um ao outro.

No entanto, uma série de situações de todas as ordens, nossos defeitos e medos, traumas e inquietudes, circunstâncias e pressões que acontecem na vida. Com o tempo, vão minando o relacionamento, destruindo pontes, abrindo feridas, separando um ao outro e criando barreiras na convivência. Aí, o casamento começa a desmoronar. Nossos olhos nos traem, nossa mente fica confusa, nossas atitudes ficam cegas e os sonhos silenciam, o lugar de refrigério e prazer se torna um campo de guerra, angustia, medo e dor. Não vemos mais em nosso cônjuge as virtudes porque os defeitos passaram a falar mais alto, não buscamos mais nos aproximar porque os espinhos nos machucam, vamos nos afastando porque fizemos do nosso parceiro um inimigo, do nosso espaço um campo de batalha, das nossas palavras, armas, dos nossos filhos, desculpas e da nossa postura, um escudo. Sofremos e fazemos sofrer, vamos matando e morrendo, fazemos do relacionamento um balcão de cobrança. O amor está ali, mais escondido, desidratado, sufocado e morrendo, precisamos que alguém tenha a coragem de reagir e redescobrir, alimentar, libertar e, em Cristo Jesus, vivificar o que realmente nos completa, o nosso cônjuge.

O passo de ir a Jesus é o passo mais importante da vida, em João 10.10, Jesus diz qual a finalidade de ter vindo à terra “eu vim pra que vocês tenham vida e a tenham em abundância”. Essa vida abundante Ele deseja derramar em todo nosso viver, inclusive e de maneira muito especial sobre o seu casamento. Vocês tem uma vida juntos, tem uma história, um caminho percorrido e que continua, havendo ainda muito a percorrer. Vocês não são perfeitos e trazem na bagagem além de um histórico de vida e de exemplos de vida a dois, muitas vezes negativo. Mas, não foi por acaso que Deus os uniu, não é por acaso que estão juntos. Creio que Deus tem uma vida extraordinária pra vocês. Creio que o melhor da vida de vocês como casal e como família ainda está por vir e que, indo para os braços de Jesus Cristo, vocês não apenas serão abençoados por Deus, mas serão a cada dia, bênçãos de Deus na vida de outros casais e exemplos para seus filhos de amor e superação.

Está na hora de pedir perdão e perdoar, de olhar a aliança e refletir no significado do seu casamento, está na hora de cobrar menos e doar mais, de baixar a guarda e as armas, entregar-se um ao outros e levantarem a bandeira da paz, de elogiar mais e apontar menos os defeitos do seu grande amor, de realizar mais os sonhos do seu cônjuge e deixar de apenas querer submetê-lo aos seus. Se você parar e olhar diferente vai descobrir que não existe ninguém melhor ou mais importante que o seu cônjuge, nem mesmo os filhos, pois eles são o resultado do amor de vocês.

O casamento não é um meio de dividir, mas a oportunidade de vivermos os nossos sonhos em dobro.

Felicidades e, jamais desistam do casamento de vocês. se existem alguns problemas e vocês precisam de ajuda, encontrem uma Igreja cristã e firmem seus passos na Palavra de Deus, na pratica dessa palavra e na oração. Convidem Jesus para fazer parte do casamento, Ele fará ali os milagres necessários e algo maravilhoso vai acontecer.

Um beijo no coração de vocês com muito carinho

Pastor Mauricio Baniski, Simone e o BB

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Enfrentando Tempestades na Vida


Ontem, recebi um email muito interessante, mesmo falando a respeito do mundo dos negócios é um tema que interessa e vale para todas as esféras da nossa vida. Leia e reflita:

"Diversos tornados rasgaram caminho através da nossa comunidade recentemente. Ninguém morreu, mas várias residências foram severamente danificadas, muitas por árvores que foram arrancadas pelas raízes e lançadas contra as casas. Isso me lembrou o comentário de um empresário japonês após observar as consequências da passagem de um furacão. Ele disse que inúmeras belas árvores tinham sido arrancadas e espalhadas como se fossem ervas. Outras, porém, imponentes, tinham permanecido de pé, sem ser afetadas pela tormenta. Ele notou uma diferença: as árvores derrubadas possuíam raízes superficiais. Quando a chuva e os ventos chegaram, caíram com relativa facilidade.

Os que labutam no turbulento mundo empresarial e profissional sabem que o mercado global tem experimentado mudanças violentas e frequentemente inesperadas. Muitas organizações não sobrevivem a essas tempestades de incertezas. E como será que como indivíduos ou corporações fazemos para resistir aos ventos de mudança? Como evitar ser desarraigado e lançado à distância para perecer?

A chave é um sólido e resistente sistema de raízes. Corporativamente falando isso abrange um vigoroso sentido de missão. Em essência, “Por que estamos aqui e o que estamos fazendo?” Igualmente importantes são os valores que abraçamos. Isso responde à questão: “De que forma fazemos o que nos propomos fazer?” Em outras palavras, quais as questões éticas inegociáveis? Quais os padrões com os quais nunca transigiremos, não importa a circunstância?

Outra parte importante do sistema de raízes é a visão: onde estamos e para onde caminharemos? Como afirma Provérbios 29.18, “Onde não há visão, o povo perece...”. Podemos adotar os valores da cultura que nos rodeia; podemos escolher nossa missão entre inúmeras fontes; nossa visão pode assumir diversas formas. Porém, mesmo no século XXI, um sistema de raízes é incomparável: a Palavra de Deus. Eis algumas sugestões:

Fundamento sólido permanece vigoroso. Falando a Seus seguidores Jesus Cristo apresentou a analogia de uma construção. “Quem ouve esses Meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída na rocha” (Mateus 7.24-25).

Fundamento instável desmorona rapidamente. Jesus avisou sobre a tolice de saber o que é certo e não colocá-lo em prática. “Mas quem ouve esses Meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída” (Mateus 7.26-27).

Fundamento eterno enfrenta qualquer tempestade. O mais seguro sistema de raízes, a Bíblia, declara que o segredo é estar firmado em crescente relacionamento com Deus através de Jesus Cristo. Ele estabelece nossa missão, define os valores e torna clara a visão. “Portanto, já que vocês aceitaram Jesus Cristo como Senhor, vivam unidos com Ele. Estejam enraizados Nele, construam a sua vida sobre Ele e se tornem mais fortes na fé...” (Colossenses 2:6-7).

Por Robert J. Tamasy - www.cbmc.org.br"

Creio que, se estivermos firmados na Palavra de Deus, todos os ambientes da nossa vida prevalecerão mesmo em tempos difíceis.

Um bom dia pra você

Pastor Mauricio Baniski

Apenas um dia


Ontem, ouvindo a ministração da Palavra de Deus, o Senhor falou muito forte ao meu coração com essa frase: "Se os cristãos viverem um dia como devem viver, ao entardecer o mundo será diferente". Muitas coisas passaram pela minha mente, de como podemos transformar a realidade em que vivemos com atitudes muito simples, mas de profundo significado como: dar bom dia às pessoas; negar-se às fofocas e palavras desnecessárias; elogiar; dizer o que sente às pessoas que ama; fazer o bem a todas as pessoas que passarem pelo seu caminho; trabalhar com excelência, ser um ótimo funcionário; estudar com excelência, respeitando o professor e os colegas, empenhando-se em aprender; ajudar a esposa, o esposo, os filhos, os pais nos afazeres domésticos; ler a palavra de Deus e buscar praticá-la durante o dia; orar, conversar abertamente com Deus sobre suas dificuldades e sonhos; correr atrás, lutar, fazer a diferença, melhorar o mundo; ser respeitoso com as pessoas e com a natureza...

Vamos irradiar a luz de Cristo que está em nós. Ser a luz do mundo (Mateus 5.14-16) é um privilégio e uma resposabilidade de cada filho e filha de Deus.

que a luz de Cristo brilhe forte nesta semana em cada um de nós.

Do seu pastor

Mauricio baniski

Fotos - Licenciatura do irmão André

Ontem, dia primeiro de maio, o irmão André L. Borges da Silva foi licenciado em nossa Comunidade. O relator da Comissão designada pelo PRGL (Presbitério Grande Londrina) foi o Rev. Antonio carlos Barro, com a presença dos demais membros dessa Comissão: Presbítero Joel Peixoto (Igreja Presbiteriana Central de Cambé) e, também, do Rev. Mauricio Baniski (Pastor da Igreja local e Presidente do PRGL).



Fotos - Noivado da Carina e Lucas

Deus abençoe a vida de vocês nesse tempo de preparação para o casamento. Que a decisão de vocês seja de fato aquela que Josué teve quando precisava resolver que rumos sua FAMILIA TOMARIA: "Eu e a minha casa serviremos ao Senhor" Josué 24.15.